Quem foi Fernão de Magalhães?

Fernão de Magalhães foi o primeiro explorador a viajar ao redor do mundo.
Em 1519, esse explorador convenceu o rei de Espanha a financiar uma expedição para explorar a região do Oceano Pacífico. Essa viagem foi o mais audacioso empreendimento da Era das Explorações.
Em setembro de 1519, Magalhães partiu da Espanha com cinco navios e uma tripulação de 265 pessoas. Após cruzar o Atlântico, sua frota navegou pelo sul, ao longo da costa da América do Sul. A expedição de Magalhães sobreviveu às marés tumultuosas da área hoje denominada de Estreito de Magalhães. Decorrido mais de um mês de navegações arriscadas, os navios adentraram o "Grande Mar do Sul". Magalhães achou a área tão pacífica que a chamou de "Pacífico".
Contudo, Magalhães e sua frota enfrentaram grandes dificuldades e tragédias ao atravessar o Pacífico. Parte da tripulação morreu de fome, sede e doenças. Apesar de muitos marinheiros terem morrido, dois navios finalmente chegaram às Ilhas Filipinas, localizadas no sudeste da Ásia. Mas os exploradores se envolveram em guerra com os nativos e Fernão de Magalhães e alguns de seus homens foram mortos. Os sobreviventes – 18 homens exaustos e famintos – conseguiram retornar à Espanha. Não obstante, esses exploradores retornaram triunfantes à Europa, em 1522, consagrando-se como os primeiros a circundar a Terra.
A histórica viagem de Fernão de Magalhães teve grande importância para as futuras explorações, pois levou à descoberta de que o Oceano Pacífico separava a Ásia das Américas e que essa distância era muito maior do que se estimava. A viagem de Magalhães também demonstrou que todos os oceanos são interligados. Tais conhecimentos possibilitaram aos europeus ocidentais navegarem por quase todo o globo terrestre.

Há várias ferramentas que ajudam o aluno a organizar seus estudos e manter controle sobre as aulas já estudadas!

Mais informaçõesimage
image

Conteúdo e Ferramentas: 

Mais informaçõesimage
image

Colégios

Por ser uma única assinatura, pode ser utilizada apenas por uma pessoa de cada vez. É indicada para colégios ou cursos em que uma única pessoa elabora as provas de todas as matérias. Não representa, portanto, uma opção adequada para um grupo de professores.

Mais informaçõesimage