As Meninas - Lygia Fagundes Telles

As Meninas - Lygia Fagundes Telles

Lygia Fagundes Telles

1. Contexto histórico

28 de agosto 1961 - renúncia do presidente Jânio da Silva Quadros.

02 de setembro 1961 - o Congresso altera a Constituição e institui o regime parlamentarista no Brasil.

07 de setembro - posse de João Goulart sob intensa crise política-econômica-social.

07/01/1963 - plebiscito popular decreta volta do Presidencialismo.

13/03/1964 - em comício público, Jango assina a privatização das refinarias de petróleo e o projeto de reforma agrária.

19 de março - "Marcha da Família com Deus pela Liberdade" em São Paulo.

30 de março - discurso inflamado de Jango na Associação dos Suboficiais e Sargentos da PM do Rio de Janeiro precipita os acontecimentos.

31 de março - Minas Gerais deflagra a rebelião para depor o Presidente. Adesões.

1º de abril - Jango foge para Porto Alegre. Raniere Mazzilli é o novo presidente.

4 de abril - recusando a luta de resistência sugerida pelo governador Leonel Brizola, o ex-presidente pede asilo político ao Uruguai.

9 de abril - assinatura do Ato Institucional nº 1.

15 de abril - posse do general Humberto de Alencar Castello Branco, eleito pelo Congresso Nacional a 11 de abril.

Outubro de 1965 - promulgação do AI - 2 (extinção de partidos; eleições indiretas, etc).

1965 - promulgação do AI - 3: extensão das normas eleitorais aos Estados.

1966  (03/10) - Costa e Silva é eleito Presidente da República pelo Congresso Nacional.

1967 (24/01) - promulgada a Constituição de 67 pelo Congresso Nacional.

13/12/1968 - promulgação do AI - 5, decretada por Costa e Silva (cassação de mandatos, suspensão de direitos políticos, revogação da Constituição, decretação do recesso do Congresso).