O Gênero Lírico

O gênero lírico compreende textos em que a musicalidade e a reflexividade se juntam para formar um conjunto expressivo. O gênero lírico originou-se de uma modalidade poética que, na Idade Média, era cantada ao som de instrumentos como a lira. Isso explica a origem da expressão “lírico”.

Tradicionalmente, o gênero lírico é identificado com o texto poético. Isso não impede, porém, muitos artistas de desenvolver textos em prosa com lirismo, seja na forma seja no conteúdo, produzindo prosa lírica, também denominada prosa poética.

O poema

O poema é um gênero lírico constituído não apenas por ideias e sentimentos, mas também pelo emprego do verso e de seus recursos musicais, como sonoridade e ritmo de palavras, e de palavras que possuam sentido figurado, isto é, conotativo.

A própria definição de poesia varia conforme a época e o movimento literário. O poeta francês Mallarmé a definiu como a “suprema forma de beleza”. Cassiano Ricardo afirmou: “Pouca importa, contudo, definir o que seja poesia. O que importa, literariamente, é que ela encontre o seu núcleo no poema, feito e trabalhado precisamente para consegui-la. Ela é indefinível, porém definidora”.

Muitos poemas do nosso tempo não são feitos apenas para serem lidos, mas também, para serem vistos. Por meio de um trabalho com letras, com palavras e seu significado, procuram transmitir, além de emoções e sentimentos, também movimento, cor, forma, etc. Os poemas que fazem uso desses recursos são chamados poemas concretos.

Eu Lírico

No gênero lírico há um elemento fundamental, necessário para expressas as emoções mais subjetivas, os pensamentos e os sentimentos profundos: o eu-lírico. É um ser ficcional que enuncia o conteúdo do texto lírico. É uma entidade fictícia, que não deve ser confundida com o autor do texto. Exemplificando: o autor do texto pode pertencer ao sexo masculino e o eu-lírico, por ser ficcional, pode ser do sexo feminino.

O eu-lírico preocupa-se tanto com conteúdo reflexivo quanto com musicalidade. Ele pode ser denominado eu poético, eu poemático, sujeito-lírico ou simplesmente sujeito.

O eu lírico enfoca aquilo que diz respeito ao seu ser: seus gostos, sentimentos e existência. Não existe texto lírico que não possua nenhum traço de subjetividade. Mesmo quando o poeta aborda temas objetivos, a subjetividade está presente.

Musicalidade

Para atingir a musicalidade, o artista emprega uma variedade de recursos:

Versos

O verso é uma sucessão de sílabas ou de fonemas que formam uma unidade rítmica e melódica. Geralmente, um verso corresponde a uma linha do poema: é, portanto, a unidade mínima de composição poética.

Os versos se organizam em estrofes. Estrofe ou estância é um agrupamento de versos.

O número de versos agrupados em cada estrofe pode variar. Dístico é o nome que se dá à estrofe de dois versos.

Leia o poema, a seguir, de Mário Quintana, formado por um único dístico:

Viajante

Eu, sempre que parti, fiquei nas gares
Olhando, triste, para mim...
(Mário Quintana. Apontamentos de história sobrenatural. São Paulo: Globo. by Helena Quintana).

Outros tipos de estrofe:

- terceto: três versos

- quadra ou quarteto: quatro versos

- quintilha: cinco versos

- sexteto ou sextilha: seis versos

- sétima ou septilha: sete versos

- oitava: oito versos

- nona: nove versos

- décima: dez versos

As formas fixas:

Uma das composições de forma fixa mais conhecidas é o soneto, em que os versos são agrupados em duas quadras e dois tercetos. O soneto geralmente desenvolve uma ideia até o penúltimo verso e no último, apresenta uma síntese do que foi desenvolvido.

Os grandes sonetistas da língua portuguesa foram Camões, Antero de Quental, Bocage e Vinícius de Morais.

Outros poemas de forma fixa são a balada (três oitavas e uma quadra), o vilancete (um terceto e outros tipos de estrofe) e o rondó (apenas quadras, ou quadras combinadas com oitavas).

Um tipo de forma fixa é o haicai – poema de origem japonesa. O haicai é constituído por uma estrofe de três versos. Deve ter 17 sílabas, distribuídas da seguinte maneira: 1º verso: 5 sílabas, 2º verso: 7 sílabas; 3º verso: 5 sílabas.

Sumário

- O poema
- Eu Lírico
- Musicalidade
i. Versos
ii. Ritmo
iii. Métrica
iv. Rima
v. Figuras de Sonoridade
- As Líricas
i. A Lírica Clássica
ii. A Lírica Romântica
iii. A Lírica Moderna
Assine login Questões a responder image Questões dissertativas image Questões para o Enem image