Verbos

Verbos são palavras que indicam ações, estados, processos ou fenômenos. Verbos constituem uma classe de palavras que se conjuga - que se flexiona em pessoa, número, tempo, modo e voz.

CONJUGAÇÕES VERBAIS

Os verbos são divididos em três subgrupos, chamados de conjugações:

1ª Conjugação

Verbos terminados em -ar (Exemplo: amar)

2ª Conjugação

Verbos terminados em -er (Exemplo: vender)

3ª Conjugação

Verbos terminados em -ir (Exemplo: partir)

Radical é a parte do verbo que serve como base do significado. Quando se retiram as terminações -ar, -er, -ir do infinitivo, obtém-se o radical do verbo. O radical de amar é am, o radical de vender é vend e o radical de partir é part.

Vogal temática é indicativa da conjugação a que o verbo pertence:

Vogal Temática "a": primeira conjugação: amar.

Vogal Temática "e": segundo conjugação: vender

Vogal Temática "i": terceira conjugação: partir

Tema é o radical somado à vogal temática: ama, vende, parti

Desinências são elementos que são acrescentados ao radical ou ao tema para indicar as categorias gramaticais de tempo e modo (desinência modo-temporal) e pessoa e número (desinência número-pessoal).

Na forma infinitiva (não conjugada) ocorre a terminação "R". Essa terminação chama-se desinência de infinitivo.

Observe:

O verbo é a classe gramatical que apresenta maior número de flexões. Isso implica uma estrutura morfológica mais complicada que as demais classes.

O verbo flexiona-se em:

  • Pessoa - primeira, segunda e terceira
  • Número - singular e plural
  • Modo - indicativo, subjuntivo e imperativo
  • Tempo - presente, pretérito (passado) e futuro
  • Voz - ativa, passiva e reflexiva

TEMPO VERBAL

1) PRESENTE: expressa um processo que ocorre no momento da fala:

Exemplo:

Eles estão na classe agora.

2) PRETÉRITO PERFEITO: expressa um processo anterior ao momento do discurso, que aconteceu e terminou, completo no tempo:

Exemplo:

Ontem fizemos compras.

3) PRETÉRITO IMPERFEITO: expressa um processo anterior ao momento do discurso, que pode ser um hábito passado ou um fato interrompido.

Exemplo:

Sempre íamos ao cinema naquele tempo. (hábito passado)
Vovó fazia doces deliciosos, quando acabou o gás. (fato interrompido)

4) PRETÉRITO MAIS-QUE-PERFEITO: expressa um processo anterior a outro processo também passado:

Exemplo:

Eu já pagara a conta, quando ele chegou (pretérito mais-que-perfeito simples)

Eu já havia saído quando meus amigos chegaram. (pretérito mais-que-perfeito composto) 

5) FUTURO DO PRESENTE: expressa um processo posterior ao momento da fala:

Exemplo:

Amanhã faremos os cálculos novos.

6) FUTURO DO PRETÉRITO: é o futuro de um fato passado, ou seja, expressa um processo posterior a outro no passado:

Exemplo:

Júlio saiu há três horas: dez minutos depois, sua esposa telefonaria.

AS FORMAS NOMINAIS

São três as formas nominais do verbo: infinitivo, gerúndio e particípio.

Infinitivo

O infinitivo impessoal (sem sujeito) é o próprio verbo: amar, vender, partir.

Exemplo:

Amar é o maior prazer da vida.

Do infinitivo impessoal, obtém-se o infinito pessoal, acrescentando-se a ele as respectivas desinências número-pessoais. Usa-se o infinitivo pessoal quando ele tiver sujeito próprio (explícito ou implícito) diferente do sujeito da oração principal.

Exemplo:

Era essencial trabalharmos com eficiência.

A conjugação do infinitivo pessoal será estudada abaixo.

Gerúndio

O gerúndio, que exprime o fato enquanto ele ocorre, termina sempre em ndo:

Forma-se o gerúndio acrescentando-se NDO após a vogal temática:

 

amando

vendendo

partindo

Particípio

O particípio, que exprime o resultado do fato, normalmente termina em do.

Para os verbos da 1ª conjugação, acrescenta-se ADO. Para os da 2ª e 3ª conjugação, acrescenta-se IDO, ao radical do verbo, para formar o PARTICÍPIO REGULAR:

amado

vendido

partido

Observações:

O particípio corresponde a um adjetivo e, assim, pode flexionar-se, em certos casos, em gênero e número.

Exemplos:

O portão foi fechado.
Os portões foram fechados.
A porta foi fechada.
As portas foram fechadas.

Todo verbo que tem duas ou mais formas equivalentes, geralmente de particípio, é abundante.

Exemplos:

Exprimido e expresso - formas do verbo exprimir
Extinguido e extinto - formas do verbo extinguir

Em geral, usa-se o particípio regular na voz ativa, com os auxiliares ter e haver, e o particípio irregular, na voz passiva, com os verbos ser, estar e ficar.

Exemplos:

Ela tinha fritado os bolinhos. (particípio regular - voz ativa)
Os bolinhos foram fritos. (particípio irregular - voz passiva)

Tinham aceitado a recomendação. (particípio regular)
Haviam aceitado a recomendação. (particípio regular)

A recomendação foi aceita. (particípio irregular)
A recomendação estava aceita. (particípio irregular)

Atenção: Alguns verbos como fazer e escrever apresentam apenas o particípio irregular: feito e escrito, respectivamente.

Na linguagem atual, alguns verbos como pagar, gastar e ganhar são usados apenas no particípio irregular.

Eis alguns particípios regulares e irregulares:

INFINITIVO

PARTICÍPIO REGULAR

PARTICÍPIO IRREGULAR

aceitar

aceitado

aceito, aceite

acender

acendido

aceso

assentar

assentado

assento, assente

desabrir

desabrido

desaberto (só usamos como adjetivos)

desenvolver

desenvolvido

desenvolto

eleger

elegido

eleito

entregar

entregado

entregue

envolver

envolvido

envolto

enxugar

enxugado

enxuto

erigir

erigido

ereto

expressar

expressado

expresso

exprimir

exprimido

expresso

expulsar

expulsado

expulso

extinguir

extinguido

extinto

`fartar

fartado

farto

findar

findado

findo

frigir

frigido

frito

ganhar

ganhado

ganho

gastar

gastado

gasto

imprimir

imprimido

impresso

inserir

inserido

inserto

isentar

isentado

isento

juntar

juntado

junto

limpar

limpado

limpo

matar

matado

morto

pagar

pagado

pago

prender

prendido

preso

salvar

salvado

salvo

suspender

suspendido

suspenso

tingir

tingido

tinto

  • Aulas relacionadas

Sumário

- Conjugações verbais
- Tempo verbal
- As formas nominais
- Classificação dos verbos
- Vozes verbais
- Conjugação de um verbo na voz passiva analítica
- Conjugação de um verbo na voz reflexiva
- Formação dos tempos e modos
- Derivados do presente do indicativo
- Formação do imperativo
- Derivados do pretérito perfeito do indicativo
- Derivados do infinitivo impessoal
- Formação dos tempos compostos
- Conjugação de verbos irregulares
- Verbos irregulares
Assine login Questões de Revisão image Questões dissertativas image Questões para o Enem image