Infinitivo

infinitivo é a raiz do verbo. O infinito pode ser precedido ou não pela palavra to.

Uso

1. O infinitivo é usado sem TO com verbos modais.

Exemplos:

My father can speak Italian. (Meu pai sabe falar italiano.)
O verbo modal CAN é seguido pelo infinitivo SPEAK.

My doctor told me I must lose weight. (Meu medico me disse que eu preciso perder peso.)
O verbo modal MUST é seguido pelo infinitivo LOSE.

2. O infinitivo sem TO é usado após alguns verbos, como make e let.

Exemplos:

My mother makes me drink milk. (Minha mãe me faz beber leite.)
O infinitivo DRINK (beber), que segue o verbo MAKES (faz), não é precedido por TO.

Father let us go to the party. (Meu pai nos deixou ir à festa).
O infinitivo GO (ir), que segue o verbo LET (deixou), não é precedido por TO.

3. O infinitivo precedido por TO pode ser o sujeito do verbo. gerúndio.

Exemplos:

To help someone is a great thing. (Ajudar alguém é um grande ato.)
O infinitivo HELP (ajudar), precedido por TO, é o sujeito da frase.

To copy someone's homework is not honest. (Copiar a lição de casa de alguém não é honesto).
O infinitivo COPY (copiar), precedido por TO, é o sujeito da frase.

4. O infinitivo precedido por TO pode servir de objeto de verbos tais como WANT (querer) e WISH (desejar).

Exemplos:

I don't want to sleep now. (Eu não quero dormir agora.)
O infinitivo SLEEP (dormir), precedido por TO, é o objeto do verbo WANT.

I wish to speak to you. (Eu quero falar com você.)
O infinitivo SPEAK (falar), precedido por TO, é o objeto do verbo WISH.

5.O infinitivo precedido por TO é usado quando queremos dizer o motivo pelo qual fizemos algo.

Exemplos:

I came here to learn. (Eu vim aqui para aprender).

I came to this hotel to rest. (Eu vim para este hotel para descansar).