Significação, classificação e uso das palavras

O significado de uma palavra está sempre relacionado ao contexto em que se insere. Palavras isoladas são meros vocábulos e não prendem a si um sentido específico - talvez genéricos. Por isto é que se deve dar muita atenção ao estudo da denotação e da conotação.

No âmbito do significado é importante verificar-se o que segue:

Palavras homônimas

Apresentam coincidência na grafia, na pronúncia ou em ambas. Observe:

a) coincidência na grafia (homógrafas):

Exemplos:

Tragam-me uma colher.

 Vou colher bons frutos.

O substantivo e o verbo apresentam a mesma grafia, embora se pronunciem de forma diferente.

b) coincidência na pronúncia (homófonas):

Exemplos:

Quero o conserto do carro imediatamente!

O Brasil fez um concerto com o FMI.

O substantivo conserto (= reforma) tem a mesma pronúncia do substantivo concerto (= acordo), embora sejam grafados diferentemente.

Nota: A palavra concerto também pode significar espetáculo musical.

a) coincidência de grafia e de pronúncia (homônimas perfeitas):

Exemplos:

Ele vende mangas e laranjas.

A costureira vai reformas as mangas da camisa.

Palavras parônimas

Nunca apresentam coincidência gráfica ou fonética; apenas são semelhantes. Confira!

Palavra Significado Palavra Significado
absorver perdoar absorver reter
acender pôr fogo ascender elevar-se
acento sinal gráfico assento lugar
acurado feito com esmero apurado fino
aferir conferir auferir obter lucro
amoral indiferente à moral imoral devasso
comprimento extensão cumprimento saudação
conjectura hipótese conjuntura situação
deferir atender diferir diferenciar

Nota: Convém que o interessado consulte vasta relação dessas palavras nas boas gramáticas de que dispõe.

Existem expressões parônimas que devem chamar a atenção do usuário da língua, uma vez que seu mau emprego denota despreparo quanto ao vocabulário da língua. Eis mais alguns:

A PAR:

Sugere estar bem informado, Ter conhecimento de algo.

Exemplo:

Estou a par de sua situação.

AO PAR:

Emprega-se relativamente à cotação monetária.

Exemplo:

O real e o dólar hoje estão ao par.

AFIM:

Aquilo que é igual, semelhante, análogo.

Exemplo:

Você tem Coca-Cola ou um refrigerante afim?

A FIM (DE):

Expressa ideia de finalidade.

Exemplo:

Não estou a fim de sair hoje.

À MEDIDA QUE:

Expressa relação de proporcionalidade; equivale à expressão à proporção que.

Exemplo:

À medida que estudo, progrido.

NA MEDIDA EM QUE:

Corresponde a tendo em vista que. Expressa uma noção causal.

Exemplo:

Na medida em que estava despreparado, tive problemas na prova.

SENÃO:

Equivale às expressões do contrário ou a não ser.

Exemplos:

Beba o remédio, senão pode ficar pior.

Você nada faz, senão interromper o trânsito.

SE NÃO:

Trata-se de duas palavras: conjunção condicional se e advérbio não. Equivale à conjunção caso.

Exemplo:

Só irei à cidade, se não chover. (caso não chova.).

Sumário

- Palavras homônimas
- Palavras parônimas
- Classificação e usos da palavra "que"
- Classificação e usos da palavra "se"
- Classificação e usos da palavra "a"
- Emprego das formas por que, porque
Assine login Questões de Revisão image