Os Estados Unidos

ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA

Nome Oficial: Estados Unidos da América

República Presidencialista

Área: 9.363.520 km²

População: 316.669.000

Moeda: dólar norte- americano

Língua majoritária: inglês

Após a Primeira Grande Guerra (1914-18), os Estados Unidos (EUA) tornaram-se uma potência mundial.  Inúmeros são os fatores dessa hegemonia:

  • colonização de povoamentos que evitou a exploração econômica por parte das nações metropolitanas europeias, ao contrário do que ocorreu na América Latina;
  • grandes riquezas naturais;
  • a chegada de imigrantes em grande quantidade, com relativa capacitação técnica e desejosos de ganhos materiais ("fazer a América", como se dizia na passagem do século XIX para o XX);
  • religião calvinista, que estimula o trabalho e a obtenção de bens materiais;
  • técnicas avançadas de produção;
  • amplo mercado consumidor interno;
  • o controle de vastas áreas de influência política e econômica no mundo capitalista

MOMENTOS HISTÓRICOS FUNDAMENTAIS

PRIMEIROS COLONIZADORES- no século XV, os espanhóis fundaram núcleos na Flórida, no Novo México, no Texas e na Califórnia.

SÉCULO XVII - início da colonização britânica com a chegada de imigrantes no navio "Mayflower" (1621)

SÉCULOS XVII E XVIII - progressivamente são fundadas as "13 colônias britânicas da América do Norte", todas elas situadas na costa leste

4 DE JULHO DE 1776 - representantes das 13 colônias, reunidos no Segundo Congresso Continental da Filadélfia, proclamam a independência

1776-1783- a Guerra da Independência

1787- a Convenção de Filadélfia elaborou a Constituição, até hoje em vigor

PARTIDOS POLÍTICOS PRESENTES NA CONSTITUINTE DE 1787- Partido Federalista (hoje, Partido Republicano), representando os interesses capitalistas do Norte; Partido Republicano (hoje, Partido Democrata), expressão dos fazendeiros da Virgínia

PROPOSTA DOS FEDERALISTAS - o país deveria ser uma federação, ou seja, com a existência de um governo central que delegasse relativa autonomia aos estados (líder federalista: Hamilton)

PROPOSTA DOS REPUBLICANOS - confederação, isto é, estados amplamente autônomos que delegassem algumas competências ao governo central (líder republicano: Jefferson)

SÉCULO XIX- "Destino Manifesto": a expansão para o Pacífico incentivada pelo "Homestead Act" ("Lei de Cessão de Terras"). A "corrida para o oeste" atraiu milhares de imigrantes europeus

ETAPAS DA EXPANSÃO NORTE-AMERICANA - a França vende a região da Louisiana para os Estados Unidos (1803); ocupação da Flórida (1819); o Texas, inicialmente território mexicano e, em seguida, estado independente na mãos de norte-americanos, foi anexado aos Estados Unidos da América após um conflito militar que durou 3 anos (1845); o Oregon, território britânico, é vendido aos Estados Unidos da América (1846); o México, pelo Tratado de Guadalupe-Hidalgo, reconhece a anexação do Novo México e da Califórnia aos EUA (1848); o México vende o Arizona pelo Tratado de Gadideu (1853); o Alasca é comprado da Rússia (1867)

A QUESTÃO DO ESCRAVISMO - os estados do Sul, caracterizados pelo latifúndio exportador, eram baseados na mão de obra escrava negra; os estados do Norte, que desde o início da colonização conheciam comércio, minifúndios e pequenas indústrias domésticas, não tiveram escravismo.  Na segunda metade do século XIX, o capitalismo nortista pressiona pela abolição, o que era inaceitável para os estados meridionais.  Resultou daí a "Guerra da Secessão" (1861- 65): os "confederados" (sulistas) contra a União (nortistas). A vitória do Norte consolidou a Federação

SEGUNDA METADE DO SÉCULO XIX - tem início a expansão imperialista dos EUA

ETAPAS DA EXPANSÃO IMPERIALISTA- pela Guerra Hispano-americana (1898), os EUA anexam Porto Rico e as Filipinas; no mesmo ano, o Havaí e Guam são integrados aos EUA; pela "Emenda Platt" (1901), os EUA fazem de Cuba seu protetorado , o que facultava intervenções militares na Ilha; construção e domínio do Canal do Panamá (1903); ocupação da Nicarágua (de 1912 a 1933); ocupação do Haiti (de 1814 a 1934); a Dinamarca vende as Ilhas Virgens aos EUA (1916)

AS PRIMEIRAS POLÍTICAS NORTE-AMERICANAS PARA A  AMÉRICA LATINA- "Doutrina Monroe" (1822): os EUA, desejosos de expulsar os europeus do continente, firmaram como princípio: "a América para os americanos"; a "Política do Big Stick" ("Política do Grande Porrete",  datada do início do século XX), definia o direito norte-americano de intervir na América Central de acordo com seus interesses políticos e econômicos, que não poderiam ser contrariados

1917- os EUA entram na Primeira Guerra Mundial (1914-1918); a vitória dos EUA e dos seus aliados Inglaterra e França faz dos EUA uma potência mundial

ANOS 20 - "Era Coolidge" grande prosperidade econômica, período  também conhecido como os "anos loucos" ou a "era do jazz".  Os norte-americanos não só se tornaram dominantes nos mercados mundiais como também impuseram seus valores culturais ao mundo através do cinema e da música ("American way of life")

1929 - a queda da Bolsa de Nova Iorque

ANOS 30 - a Grande Depressão (falências de indústrias; terras hipotecadas pelos pequenos proprietários que perdiam suas propriedades para os bancos; milhões de desempregados)

1933 - eleito Presidente dos EUA Franklin Delano Roosevelt, que dá início ao "New Deal" ("Novo Acordo"): intervenção estatal na economia de mercado para recuperar a prosperidade norte-americana

1941- o Japão ataca a base norte-americana de Pearl Harbor (Havaí), levando os EUA a entrar na Segunda Guerra Mundial (1939 - 1945)

1945- termina o conflito e os EUA são superpotência mundial

A PARTIR DA SEGUNDA METADE DA DÉCADA DE 1940- "Guerra Fria": conflito ideológico, político e, por vezes, militar (guerras "limitadas") entre o Mundo Ocidental (capitalista) liderado pelos EUA e o Mundo Socialista, encabeçado pela União Soviética

Deve-se ressaltar que a expansão territorial norte-americana foi acompanhada de dois  fatos fundamentais:

  • FERROVIAS - na segunda metade do século XIX, as companhias "Central Pacific" e a "Union Pacific" constroem a primeira ferrovia transcontinental das Américas, ligando a costa leste da oeste.  Esse processo de "ferroviarização" acelerou o desenvolvimento econômico dos EUA
  • IMIGRAÇÃO - a ampliação do território norte-americano estimulou uma política de fomento à imigração.  Em 1800, a população americana era da ordem de 7 milhões de habitantes; entre 1840 a 1900, entraram aproximadamente 30 milhões de imigrantes

A POPULAÇÃO

COMPOSIÇÃO ÉTNICA - ingleses, alemães, irlandeses, italianos, indígenas, afro-descendentes e latino-americanos formando uma sociedade multicultural

CONSUMO DE CALORIAS - País que consome o maior número de calorias per capita.

DISTRIBUIÇÃO POPULACIONAL

Parte Oriental

Concentra 70% da população do país. Os grandes centros urbano-industriais concentrados junto à Margem Sul, Grandes Lagos e à Costa Nordeste correspondem à mais alta densidade demográfica e formam duas megalópolis regionais: a da Costa Atlântica - BOSWASH - (de Boston a Washington) e a do sul dos Grandes Lagos (de Chicago a Pittsburgh).

Parte Ocidental

Metade escassamente povoada dos EUA, essa região de relevo predominantemente montanhoso, clima semiárido, ou árido e de povoamento mais recente, apresenta as maiores concentrações populacionais na Costa do Pacífico, junto a Seattle, São Francisco e Los Angeles.

CRESCIMENTO POPULACIONAL

1ª fase do crescimento demográfico

Do início do século XIX até a II Guerra Mundial, os EUA receberam cerca de 40 milhões de imigrantes, sendo essa fase chamada de "crescimento imigratório" da população. A diminuição da entrada de imigrantes após 1920 deve-se à lei de Cotas de Imigração de 1924 e à crise econômica de 1929. Após a Segunda Guerra Mundial, a pequena entrada de imigrantes nos EUA deveu-se à mudança do fluxo migratório europeu, que de intercontinental passa a ser intracontinental (movimentos populacionais dentro da própria Europa).

2ª fase do crescimento demográfico

Após a Segunda Guerra Mundial, o crescimento populacional foi eminentemente vegetativo e, após a década de 60, a tendência à estabilização das taxas de natalidade levou a um "envelhecimento" da população americana.

ESTRUTURA POLÍTICA

A NAÇÃO - uma Federação composta por 50 estados, mais o Distrito de Colúmbia, onde se localiza a capital do país: Washington.

REGIME- presidencialista, sendo o Poder Executivo exercido por um Presidente da República eleito para mandato de 4 anos, podendo ser reeleito somente uma vez

SISTEMA ELEITORAL PARA PRESIDÊNCIA - a população (sufrágio não obrigatório) vota para eleger os representantes de cada estado no Colégio Eleitoral (a representação se dá conforme o número de habitantes em cada estado).  Esse Colégio Eleitoral é que escolherá o Presidente da República. 

PODER LEGISLATIVO - bicameral: Senado (2 senadores por estado) e a Câmara dos Representantes ( um número de deputados proporcional à população de cada estado)

PODER JUDICIÁRIO - encabeçado pela Suprema Corte

PARTIDOS BÁSICOS - Partido Republicano (mais conservador) e Partido Democrata (mais liberal e favorável a maiores gastos sociais)

 White House
A Casa Branca

Sumário

- A População
i. Distribuição Populacional
ii. Crescimento Populacional
- Estrutura Política
- A Formação do Império Americano
i. Dados Econômicos
ii. Estados Unidos Pós Segunda Guerra Mundial
- Os Estados Unidos Atualmente e a Nova Ordem Mundial
i. A Desaceleração da Economia dos Estados Unidos
- Barack Obama é Eleito Presidente
Assine login Questões a responder image Questões dissertativas image Questões para o Enem image