Óxidos - Classificação dos óxidos

Óxidos - Classificação dos óxidos

É todo composto binário, onde o elemento mais eletronegativo (o da direita) é o oxigênio.

ExOy  composto binário: apenas 2 elementos na fórmula.

a) Óxidos iônicos: São formados pelo ânion óxido (O2-) e um cátion de metal.

b) Óxidos covalentes: São formados por um não metal e o oxigênio.

NOMENCLATURA 

A maneira de dar nome aos óxidos covalentes  é determinar, através de prefixos, a quantidade de átomos de oxigênio e a quantidade de átomos ligados ao oxigênio.

(1) Monoóxido de

(Mono) + nome do elemento.

(2) Dióxido

Di

(3) Trióxido

Tri

(4) Tetraóxido

Tetra

(5) Pentaóxido

Penta

...

...

O prefixo “mono” não é usado no nome do elemento ligado ao oxigênio. Fica subentendido.

Exemplos

Para dar nome aos óxidos iônicos, levamos em conta que a carga dos cátions deve anular a carga dos ânions O2-. Para a nomenclatura, o mais usual é:

óxido de nome do elemento (para elementos com carga variável, é utilizado, como identificação, um algarismo romano)

Exemplos

CaO
Óxido de Cálcio

Al2O3
Óxido de Alumínio

Fe2O3
Óxido de Ferro - III

CuO
Óxido de Cobre - II

CLASSIFICAÇÃO DOS ÓXIDOS

ÓXIDOS ÁCIDOS

Óxidos ácidos são óxidos moleculares (constituídos exclusivamente de ligações covalentes) que reagem com água, formando ácidos.

Óxidos ácidos mais importantes

DIÓXIDO DE CARBONO (CO2) - GÁS CARBÔNICO

Substância produzida na combustão completa, portanto sai dos escapamentos dos carros, ônibus, caminhões etc, e também das chaminés das fábricas.

É produto da nossa respiração. No ar que respiramos, é o gás em maior concentração.

O gás carbônico, portanto, está presente em atmosferas poluídas e não poluídas.

Em ambientes não poluídos, na ausência de raios e relâmpagos, o CO2 é o responsável pela acidez da chuva, pois se trata de óxido ácido. Veja a reação:

Em ambientes poluídos, há excesso de gás carbônico na atmosfera; isto é devido à quantidade muito grande de veículos motorizados e de diversas indústrias.

Essa quantidade excessiva de gás carbônico (CO2) na atmosfera é o principal responsável pela intensificação do efeito estufa, que está aumentando a temperatura média da Terra, resultando em várias consequências e previsões catastróficas.

DIÓXIDO DE ENXOFRE (SO2) e TRIÓXIDO DE ENXOFRE (SO3)

São óxidos ácidos produzidos na queima de combustíveis fósseis (derivados de petróleo, por exemplo).

A queima de gasolina, óleo diesel, gás de cozinha etc. lançam esses óxidos na atmosfera. Em ambientes poluídos, onde há grande quantidade de veículos e indústrias que utilizam esses combustíveis, são lançadas no ar quantidades excessivas de dióxido de enxofre (SO2) e trióxido de enxofre (SO3).

Por serem óxidos ácidos, assim que entram em contato com a água, produzem ácidos.

Há formação de dois ácidos; porém, o ácido que mais chama a atenção é o ácido sulfúrico (H2SO4).

Importante:

Chuva ácida em ambiente poluído = Ácido Sulfúrico

DIÓXIDO DE NITROGÊNIO (NO2)

É um óxido ácido presente em qualquer atmosfera, poluída ou não.

Vejamos a formação desse óxido:

No ar atmosférico, há nitrogênio (N2) e oxigênio (O2). Para ocorrer a reação entre essas substâncias, há a necessidade de um fornecimento de muita energia. Há dois casos importantes em que ocorre essa reação:

Em ambientes não poluídos:

Em ambientes poluídos:

Esse gás (NO2), em contato com a água, forma ácidos, de acordo com a equação:

Nesse caso, é o ácido nítrico que chama a atenção.

Importante:

Chuva ácida na presença de raios ou em ambientes poluídos - HNO3.

RESUMINDO:

Chuva ácida em ambiente não poluído na ausência de raios - H2CO3.

A acidez da chuva em ambiente poluído chega a ser mil vezes maior que num ambiente não poluído. Isso é um problema muito sério, resultado da utilização de derivados de petróleo.

Sumário

- Nomenclatura
- Classificação dos Óxidos
i. Óxidos Ácidos
ii. Óxidos Neutros
iii. Alguns Óxidos Metálicos Importantes
Assine login Questões para o Enem image Tabela Periódica