Ligações Covalentes

Ligações Covalentes

Ligação covalente normal

É a ligação que ocorre entre átomos que precisam ganhar elétrons para atingir a estabilidade.

Esta ligação acontece através do compartilhamento de elétrons. Uma vez estabelecida a ligação covalente, os elétrons compartilhados fazem parte dos dois átomos ligados.

Cada ligação covalente normal é formada por  um elétron de cada átomo (compartilhamento de um par de elétrons); como não há ganho nem perda de elétrons, os compostos formados são eletricamente neutros, e chamados de moléculas.

A ligação covalente ocorre entre:

Não metal + Não metal
Não metal + Hidrogênio
Não metal + Semimetal
Semimetal + Semimetal
Semimetal + Hidrogênio
Hidrogênio + Hidrogênio

Exemplo 1: Molécula de hidrogênio (H2)

1H 1s1 O hidrogênio, para ficar estável,  precisa de 1 elétron, ou seja, ganha ou compartilha 1 elétron.

Fórmula de Lewis (eletrônica)

Fórmula estrutural de Couper (plana)

Nesse tipo de fórmula representa-se cada compartilhamento por um traço ( ).

H H

Exemplo 2: Molécula de oxigênio (O2)

8O - Calcogênio (6A), com 6 elétrons na camada de valência (não metal)

Fórmula eletrônica (Lewis)


Fórmula Estrutural plana (Couper)

Nesse tipo de fórmula é comum representar os elétrons da camada de valência que não participam da ligação (elétrons não compartilhados)

Exemplo 3: Molécula de amônia (NH3)

7N   não metal (5A), com 5 elétrons na camada de valência

H 1s1

Fórmula eletrônica (Lewis)

Fórmula estrutural plana (Couper)

Ligação Covalente Dativa, Coordenada ou Semipolar

A ligação covalente dativa ocorre através do "empréstimo" de um par de elétrons por um dos átomos.

Na ligação covalente dativa, um dos átomo deve estar estável, apresentar par de elétrons livres (elétrons da camada de valência que ainda não fizeram nenhuma ligação: elétrons não ligantes) e ser menos eletronegativo que o outro átomo.

A ligação dativa é representada por uma seta ( ) ou por um traço ( - ).

Quando escrevemos a fórmula eletrônica ou plana de uma molécula, a ligação dativa é a última a ser feita, depois de se ter efetuado as ligações covalentes normais e iônicas, se for o caso.

Exemplo 4: Dióxido de enxofre (SO2)

Substância poluente atmosférica lançada no ar pelos escapamentos de automóveis movidos a derivado de petróleo.

Fórmula Eletrônica

1º passo - O S faz dupla ligação covalente com o O e, com isso, já adquire estabilidade. O S ainda tem um par de elétrons livres e é menos eletronegativo que o O.

2º passo - Ligação covalente dativa - O S não perde esse par de elétrons, portanto continua com 8 elétrons na camada de valência; utilizando esse par eletrônico, o O alcança o octeto (estabilidade).

Fórmula Estrutural

Exemplo 5: Ozônio (O3)


Fórmula Eletrônica

Fórmula Estrutural

Note que a ligação covalente dativa é semelhante à ligação covalente normal, já que nos dois casos está envolvido um par de elétrons.

Na ligação covalente normal o compartilhamento acontece com um elétron de cada átomo; na dativa o compartilhamento acontece com dois elétrons de um dos átomos.

Exemplo 6: Cátion amônio (NH4+)

Na representação NH4+ a carga positiva é de um dos átomos de hidrogênio   H+           

1H 1s1

H+ Nesse cátion, o H está sem nenhum elétron, portanto para estabilizar-se, o H precisa de 2 elétrons.

Fórmula Eletrônica

Fórmula Estrutural

Observe que o par de elétrons livres do N fornece os 2 elétrons ao H, formando uma ligação covalente dativa.

Fórmulas Estruturais de alguns compostos ternários

Os compostos ternários apresentam átomos de 3 elementos químicos em sua fórmula.

Nesses compostos, em geral, todos os átomos estão ligados ao átomo mais eletronegativo.

Exemplo 7

Um exemplo de composto ternário é o H2SO4 (ácido sulfúrico).

H2SO4 é o ácido mais usado na indústria; uma das suas principais propriedades é ser, quando concentrado, altamente desidratante. É utilizado também na bateria de automóveis e seu manuseio deve ser feito com muito cuidado porque, devido à sua concentração, causa queimaduras na pele.

Fórmula Eletrônica

Note que o oxigênio é o mais eletronegativo e tanto o hidrogênio quanto o enxofre estão ligados a ele. 

(Lembrando a ordem decrescente de eletronegatividade: F > O > N > Cl > Br > I > S > C > P > H)

Fórmula Estrutural

Sumário

- Ligação Covalente Normal
- Ligação Covalente Dativa, Coordenada ou Semipolar
- Fórmulas Estruturais de alguns compostos ternários
i. Estruturas de outros ácidos oxigenados e de outras substâncias
ii. Estrutura de compostos que apresentam ligação iônica, covalente normal e dativa
Assine login Tabela Periódica