Os Períodos Pré-Históricos

Os períodos pré-históricos acompanham a evolução do ser humano a partir do momento em que passou a utilizar ferramentas de pedra. Os períodos pré-históricos se encerram com o surgimento da escrita. Isso aconteceu entre 3.500 a.C. e 3000 a.C. Os períodos pré-históricos são, basicamente, três: o Paleolítico, o Mesolítico e o Neolítico.

AS ORIGENS DO HOMEM

Segundo os cientistas, o planeta Terra existe há quase cinco bilhões de anos, e o homem, há três milhões, no máximo.

  •  Cinco bilhões de anos: surgimento da Terra
  •  Quatro bilhões de anos: surgimento dos seres vivos
  •  Quinhentos milhões de anos: surgimento da vida nos mares
  •  Duzentos e cinquenta milhões de anos: surgimento de répteis (dinossauros) e primatas (ancestrais da espécie humana)
  • Quatro milhões de anos: surgimento dos primeiros hominídeos (África) – Australopitecos.
  • Um milhão e 800 mil anos: surgimento do Homo Erectus, Neandertal e Cro-Magnon (França).
  •  Duzentos e cinquenta mil anos: surgimento do Homo sapiens.

Evolução do Homem

OS PERÍODOS DA PRÉ-HISTÓRIA

PALEOLÍTICO (até 10.000 a.C.):

Os grupos humanos viviam da coleta de frutos e raízes, bem como da caça e da pesca, que praticavam com instrumentos rudimentares, feitos de lascas de pedra, ossos e madeira. A diminuição dos recursos disponíveis, resultado de alterações climáticas, obrigava-os a deslocamentos constantes (nomadismo). Viviam em grutas e cavernas, copas de árvores e tendas feitas com galhos ou peles de animais. Nas cavernas, deixaram pinturas e inscrições que registram seu cotidiano e suas crenças (arte rupestre).

EXEMPLOS DE PINTURAS RUPESTRES - As cavernas de Altamira (Espanha) e Lascaux (França)

REVOLUÇÃO NEOLÍTICA (por volta de 10.000 a.C.):

  • descoberta do fogo: aquecimento, defesa e alimentação - mais conforto
  • migrações provocadas por alterações climáticas - povoamento da América e da Austrália
  • inovações tecnológicas: arado e instrumentos de trabalho feitos a partir do polimento de pedras; posteriormente, uso de metais; aprimoramento das armas
  • desenvolvimento da agricultura com cultivo de cereais – sedentarismo.

NEOLÍTICO (10.000 a.C. – 4.000 a.C.):

  • crescimento demográfico graças à agricultura - atritos - surgimento da propriedade privada e das classes sociais
  • caçadores = defensores naturais da comunidade - líderes                                                              
  • surgimento dos clãs (grupos familiares) - tribos                         
  • intensificação do uso de metais mais resistentes (ferro) graças ao aprimoramento das técnicas de fundição - aperfeiçoamento das armas - dominação dos mais “fracos” pelos mais “fortes”.