Estruturas Geológicas e as Placas Tectônicas

A ESTRUTURA GEOLÓGICA DO PLANETA TERRA

Eras Geológicas

O planeta Terra, quanto ao aspecto de sua formação física, tem uma história, conhecida como Eras Geológicas.

ESCALA GEOLÓGICA DO TEMPO

ERAS

PERÍODOS

ÉPOCAS

TEMPO EM ANOS

CARACTERÍSTICAS

Cenozoica Quaternário
     
Terciário
Holoceno
Pleistoceno
Piloceno
Mioceno
Oligoceno
Eoceno
Paleoceno
11.000
1000.000
12.000.000
23.000.000
35.000.000
55.000.000
70.000.000
  • extinção dos répteis  gigantes;
  • desenvolvimento dos vertebrados;
  • aparecimento dos símios antropomorfos;
  • surgimento dos homens;
  • aparecimento das fanerógamas (vegetais cujos órgãos reprodutores são bem evidentes: flores, por exemplo.
Mesozoica Cetáceo
Jurássico
Triássico 
  135.000.000
180.000.000
220.000.000
  • répteis gigantes e coníferas;
  • primeiros pássaros.
Paleozoica Permiano
Carbonífero
Devoniano
Siluriano
Ordoviciano
Cambriano
  270.000.000
350.000.000
400.000.000
430.000.000
490.000.000
600.000.000
  • surgimento dos anfíbios e criptógamas (vegetais que não se reproduzem por meio de flores);
  • surgimento dos peixes e dos vermes;
  • início da vegetação nos continentes;
  • aparecimento dos invertebrados;
  • intensa vida aquática.
Pré-Cambriana superior (Proterozoica) Algonquiano      
  • aparecimento de bactérias, algas, fungos, esponjas, crustáceos e celenterados (animais aquáticos, geralmente marinhos, como os corais e as medusas).
    mais de 2 bilhões
  • conhecemos do período alguns fósseis;
  • formação inicial de bactérias e fungos.
 
Pré-cambriano inferior (Arqueozoica) Arqueano (início da Terra)   aproximadamente 4,5 bilhões  
Fonte: LEINZ & AMARAL in . Geologia Geral.

As Placas Tectônicas

A crosta terrestre é formada por doze placas tectônicas, que flutuam sobre o magma pastoso. Quando da fase inicial da Terra, existiam menos placas. Com o tempo, em razão de se moverem em vários sentidos, já que o planeta é esférico, as placas se encontraram em vários pontos da crosta terrestre, dando origem aos terremotos e aos dobramentos do relevo. Em grego, o termo tectônica quer dizer "processo de construir". Para a ciência geográfica, significa as deformações da crosta terrestre geradas pelas pressões provenientes do interior do planeta.

Nas áreas de encontro das placas, a crosta terrestre é frágil, principalmente nas regiões de contato dos oceanos com os continentes, o que possibilita a saída de magma, dando origem aos vulcões. Quando dos choques entre as placas, o atrito daí decorrente provoca os terremotos. Nos oceanos, as placas (sima) são pesadas e, por este motivo, tendem a mergulhar sob as placas continentais (sial). Esse fenômeno, conhecido como subducção, gera as fossas marítimas, normalmente nas zonas onde ocorre o encontro das placas. Como as placas oceânicas se situam debaixo das continentais, a pressão das primeiras sobre estas últimas provocam dobras e enrugamentos, provocando, desde a era mesozoica, os movimentos orogenéticos (em grego, "oros" significa "montanha"). Data daí o aparecimento das grandes cadeias montanhosas do planeta Terra, formadas pelo enrugamento, elevação ou dobramento de partes da crosta terrestre. Este fenômeno é relativamente recente na história do nosso planeta, tendo acontecido no fim da era mesozoica e início da cenozoica. Por essa razão, denominamos dobramento moderno. As mais altas cadeias de montanhas do planeta, tais como o Himalaia, as Rochosas e os Andes, são de formação recente, apresentando elevadas altitudes, pouco desgaste e grande instabilidade física, pois elas estão ainda em processo de formação. Nelas, são comuns vulcões e terremotos.

A Terra, se levarmos em conta a sua origem geológica, conhece três formações básicas:

  • bacias sedimentares
  • escudos cristalinos
  • dobramentos modernos

Sumário

- Eras Geológicas
- As Placas Tectônicas
- Estruturas Geológicas
- A Formação dos Continentes
i. A Teoria de Wegener e as Placas Tectônicas
Assine login Questões para o Enem image