Ecologia - ecossistemas

Os seres vivos interagem, continuamente, entre si. O mosquito Aedes aegypti leva milhares de pessoas à morte, transmitindo-lhes febre amarela ou dengue. Enquanto isso, nas regiões temperadas do planeta, com a chegada do inverno, o frio e a neve matam os mosquitos. Como todos os organismos, eles dependem do ambiente. Esses acontecimentos são típicos da ecologia, a ciência que estuda as relações entre diferentes espécies e entre elas e o meio físico (solo e clima).

A fim de se reproduzirem, os mosquitos necessitam de poças d’água em seu habitat, o local em que vivem. A reprodução por larvas e pupas aquáticas é parte do nicho ecológico dos mosquitos, ou seja, o conjunto de condições e estratégias que lhes permitem sobreviver.

Pode-se investigar como se relacionam as diferentes espécies animais e vegetais que coabitam uma região, sem destacar uma em particular. Desta forma, o alvo é a comunidade, formada por todas as populações das diferentes espécies. Conhecendo também as relações entre a comunidade e o ambiente físico, estaremos tratando do ecossistema como um todo.

O aspecto de um ecossistema depende das características de solo e clima de cada local e das espécies que nele se instalaram. Um ecossistema terrestre com aspectos típicos é considerado um bioma. É o caso da caatinga e do pantanal.

Ao estudarmos a totalidade dos ambientes em que existe vida, na terra, na água e no ar, juntamente com todos os seres que vivem neles, estamos estudando a biosfera.

A espessura da biosfera é um tanto irregular, devido ao fato de haver locais onde a vida é escassa ou mesmo inexistente. Por exemplo, em mares, lagos, florestas, pântanos e campos a vida é abundante e variada. Há, porém, áreas tão secas ou tão frias que dificultam, ou até impedem, o desenvolvimento da maioria dos seres vivos. É o caso das regiões quentes e desertas localizadas na faixa equatorial e das regiões geladas situadas junto aos polos, onde poucas espécies conseguem viver.

Os seres vivos – componentes bióticos – de um ecossistema podem ser divididos em autótrofos e heterótrofos. A maioria dos seres autótrofos (algas, plantas e certas bactérias) faz fotossíntese, captando energia luminosa do Sol e utilizando-a na fabricação de matéria orgânica (produtores). Os animais, fungos, protozoários e a maioria das bactérias são heterótrofos, isto é, necessitam obter substâncias orgânicas (alimentos) a partir de outros seres vivos ou de seus produtos (consumidores).

Os seres autótrofos fotossintetizantes, além de produzirem praticamente todo o alimento consumido pelos heterótrofos, liberam gás oxigênio (O2) no ambiente. Esse gás é utilizado na respiração pelos animais, pelas próprias plantas e por muitos microrganismos.

Os componentes abióticos de um ecossistema são representados por fatores físicos, como luminosidade, temperatura, ventos, umidade etc, e por fatores químicos, como a quantidade relativa dos diversos elementos químicos presentes na água e no solo.

A ação combinada de luminosidade, temperatura, pressão, ventos, umidade e regime de chuvas constituem o clima. A radiação solar que atinge a Terra é um dos principais determinantes do clima. Além das radiações visíveis (luz ) utilizadas pelos seres autótrofos na fotossíntese, as emanações solares contêm raios infravermelhos, responsáveis pelo aquecimento da atmosfera e do solo, o que faz as temperaturas na superfície terrestre serem favoráveis à vida.

A temperatura ambiental é uma condição ecológica fundamental para distribuição dos seres vivos pelo planeta. Locais muito quente ou muito frios somente podem ser habitados por espécies altamente adaptadas a essas condições.

A temperatura interfere em outros fatores climáticos, assim como os ventos, a umidade relativa do ar e a pluviosidade (índice de chuvas) de uma região.

Certo número de elementos químicos devem se apresentar na água e no solo para garantir a sobrevivência dos seres vivos. Os sais de fosfatos são constituintes fundamentais da matéria viva (ATP, fosfolipídios, etc); os sais de cálcio estão na composição óssea e dentária; e assim tantos outros. Os sais essenciais aos seres vivos são chamados nutrientes minerais.

  • Aulas relacionadas

Sumário

- Ecologia
- Cadeias alimentares – produtores e consumidores
Assine login Questões para o Enem image