rm1131gbk76https://146.190.110.216/https://167.172.89.125/mochibet 88hksbetmporedkitabet138hebitopmpoxousaklubkapten7676gamingmacauklubasiaklub
https://orange-cliff-05c110310.3.azurestaticapps.net/

William Shakespeare - biografia, obras e fases

Publicado em 20 de março de 2023 Autor:

William Shakespeare (1564-1616) foi um poeta, dramaturgo e ator inglês, amplamente considerado como um dos maiores e mais influentes escritores da literatura em língua inglesa e da história da literatura mundial. Ele nasceu em Stratford-upon-Avon, uma pequena cidade no condado de Warwickshire, na Inglaterra.

William Shakespeare começou a trabalhar em Londres como ator e dramaturgo no início da década de 1590. Durante os próximos 20 anos, Shakespeare escreveu inúmeras peças de teatro, incluindo algumas das mais famosas da língua inglesa, como “Romeu e Julieta”, “Hamlet”, “Macbeth” e “Otelo”. Ele também escreveu uma série de sonetos que são considerados alguns dos maiores poemas líricos da literatura inglesa.

Shakespeare teve um papel importante na criação da indústria teatral moderna e tornou-se um empresário bem-sucedido e um dos homens mais ricos de sua época. Ele morreu em 1616 em Stratford-upon-Avon e foi enterrado na Igreja da Santíssima Trindade da cidade. Seu legado literário e cultural continua a ser profundamente influente e sua obra é lida e encenada em todo o mundo até hoje.

A esposa de William Shakespeare

A esposa de William Shakespeare foi Anne Hathaway. Eles se casaram em 1582, quando Shakespeare tinha 18 anos e Anne, 26 anos. Eles tiveram três filhos juntos: Susanna, que nasceu em 1583, e os gêmeos Hamnet e Judith, que nasceram em 1585. Pouco se sabe sobre a vida de Anne Hathaway antes ou depois do casamento, mas eles permaneceram casados até a morte de William Shakespeare em 1616.

Infância e juventude de William Shakespeare 

Embora pouco se saiba sobre a infância de Shakespeare, é provável que ele tenha frequentado a escola local, a Stratford Grammar School, onde estudou gramática, latim e literatura clássica. Ele provavelmente deixou a escola aos 14 anos, quando seu pai teve problemas financeiros e ele teve que ajudar a sustentar a família.

Início da carreira de dramaturgo

O início da carreira de dramaturgo de William Shakespeare é um período pouco documentado, mas acredita-se que ele tenha começado a escrever peças teatrais em Londres durante a década de 1590. Ele já era conhecido como um ator talentoso e sua habilidade como dramaturgo foi gradualmente se tornando evidente.

A primeira peça de Shakespeare a ser produzida profissionalmente foi “Henrique VI, Parte I”, que foi encenada em 1592 pelo grupo de teatro de Londres conhecido como Lord Strange’s Men. Nos anos seguintes, ele continuou a escrever peças para várias companhias de teatro em Londres, incluindo a Chamberlain’s Men e a King’s Men, das quais ele se tornou um membro importante.

Durante sua carreira como dramaturgo, Shakespeare escreveu uma ampla variedade de peças, incluindo comédias, tragédias, histórias e romances. Algumas de suas peças mais famosas incluem “Romeu e Julieta”, “Hamlet”, “Macbeth”, “Otelo”, “Rei Lear”, “A Tempestade” e “Sonho de uma Noite de Verão”.

As peças de Shakespeare eram populares entre o público e os críticos, e ele se tornou um dos dramaturgos mais bem-sucedidos e respeitados de sua época. Sua habilidade em escrever diálogos inteligentes, personagens complexos e tramas envolventes o tornaram uma figura lendária na história da literatura.

Obras e fases  

A carreira de William Shakespeare como dramaturgo pode ser dividida em quatro fases principais, que correspondem a diferentes períodos de sua vida e produção literária.

  • Fase Inicial ou Período Histórico (1590-1595): Nesta fase, Shakespeare escreveu principalmente peças históricas, incluindo “Henrique VI” (Partes 1-3), “Ricardo III” e “Rei João”. Essas peças exploram a história da Inglaterra e apresentam personagens reais da época.
  • Fase Comédia (1595-1600): Durante este período, Shakespeare escreveu muitas de suas comédias mais famosas, incluindo “Sonho de uma Noite de Verão”, “Muito Barulho por Nada” e “As Alegres Comadres de Windsor”. Essas peças apresentam temas como amor, casamento, intriga e engano, e muitas vezes apresentam personagens cômicos e situações absurdas.
  • Fase Tragédia (1600-1608): Nesta fase, Shakespeare se concentrou na escrita de tragédias, incluindo algumas de suas obras mais famosas, como “Romeu e Julieta”, “Hamlet”, “Otelo”, “Rei Lear” e “Macbeth”. Essas peças exploram temas como poder, ambição, ciúme e traição, e apresentam personagens complexos e emocionalmente intensos.
  • Fase Romance (1608-1613): Durante esta fase final de sua carreira, Shakespeare escreveu algumas de suas peças mais complexas e experimentais, incluindo “A Tempestade”, “Cimbelino” e “Conto do Inverno”. Essas peças apresentam temas como perdão, redenção e reconciliação, e muitas vezes apresentam elementos fantásticos e mágicos.

Ao longo de sua carreira, Shakespeare escreveu um total de 38 peças teatrais, além de vários sonetos e poemas narrativos. Suas obras são consideradas algumas das maiores realizações da literatura inglesa e ainda são amplamente encenadas e estudadas hoje.

A primeira fase (1590 a 1602)

A primeira fase da carreira de William Shakespeare como dramaturgo ocorreu aproximadamente entre 1590 e 1602. Durante esse período, ele escreveu principalmente peças históricas e peças de comédia.

Algumas das peças históricas mais conhecidas escritas por Shakespeare nesta fase incluem a trilogia de “Henrique VI” (partes 1, 2 e 3), bem como a peça “Ricardo III”. Essas peças exploram eventos importantes da história da Inglaterra, como a Guerra das Rosas e o reinado de Ricardo III.

Nesta fase, Shakespeare também escreveu algumas peças de comédia, incluindo “Os Dois Cavalheiros de Verona”, “A Comédia dos Erros” e “O Mercador de Veneza”. Essas peças são caracterizadas por seus enredos intricados, personagens cômicos e situações absurdas.

Embora a maioria das obras de Shakespeare desta fase não tenham sido tão populares quanto suas peças posteriores, elas ajudaram a estabelecê-lo como um escritor talentoso e versátil. Além disso, ele também se tornou um membro importante do grupo de teatro Lord Chamberlain’s Men, que se apresentava no famoso teatro The Globe em Londres.

A segunda fase (1603-1610)

A segunda fase da carreira de William Shakespeare como dramaturgo ocorreu aproximadamente entre 1603 e 1610. Durante esse período, ele escreveu principalmente peças de tragédia e comédia romântica.

Algumas das peças de tragédia mais conhecidas escritas por Shakespeare nesta fase incluem “Otelo”, “Macbeth” e “Rei Lear”. Essas peças exploram temas como ambição, vingança, ciúme e traição, e apresentam personagens complexos e emocionalmente intensos. Elas são frequentemente consideradas algumas das maiores realizações da literatura dramática em língua inglesa.

Nesta fase, Shakespeare também escreveu algumas peças de comédia romântica, como “Noite de Reis” e “A Tempestade”. Essas peças são caracterizadas por seus enredos complexos, personagens cômicos e temas de amor, casamento e redenção.

Durante este período, Shakespeare também se tornou um escritor mais maduro, experimentando com temas mais complexos e técnicas dramáticas. Ele continuou a se apresentar no teatro The Globe em Londres, e suas peças se tornaram cada vez mais populares entre o público da época.

A segunda fase da carreira de Shakespeare é considerada seu período mais produtivo e criativo, e muitas de suas peças mais famosas e importantes foram escritas durante este período.

A terceira fase (1610-1616)

A terceira fase da carreira de William Shakespeare como dramaturgo ocorreu aproximadamente entre 1610 e 1616. Durante esse período, ele escreveu principalmente peças de romance e tragédias sombrias.

Algumas das peças de romance mais conhecidas escritas por Shakespeare nesta fase incluem “Cimbelino”, “A Tempestade” e “A Winter’s Tale”. Essas peças apresentam temas de reconciliação, perdão e redenção, e são caracterizadas por seus enredos elaborados e imagens poéticas.

Nesta fase, Shakespeare também escreveu algumas tragédias sombrias, como “Antônio e Cleópatra” e “Coriolano”. Essas peças apresentam personagens trágicos cujas ações levam à sua própria destruição.

Durante este período, Shakespeare se aposentou do teatro The Globe e retornou à sua cidade natal de Stratford-upon-Avon, onde investiu em imóveis e negócios. Ele continuou a escrever, mas com menos frequência do que nas fases anteriores de sua carreira.

Embora a terceira fase da carreira de Shakespeare não seja tão proeminente quanto as duas fases anteriores, suas peças desta época são frequentemente elogiadas por sua profundidade psicológica e poética. A terceira fase também foi um período de amadurecimento pessoal para Shakespeare, e ele é frequentemente descrito como um escritor mais reflexivo e filosófico durante este período.

Romeu e Julieta

“Romeu e Julieta” é uma das peças mais famosas de William Shakespeare, escrita por volta de 1595. A história se passa em Verona, na Itália, e segue o romance proibido entre os jovens Romeu Montecchio e Julieta Capuleto, cujas famílias estão em uma longa e amarga rivalidade.

A peça é uma tragédia e é caracterizada por seus personagens complexos, enredo dramático e linguagem poética. Shakespeare retrata o amor como uma força poderosa e desafiadora, capaz de superar as diferenças sociais e familiares, mas também como uma força destrutiva que pode levar à tragédia.

A história de “Romeu e Julieta” é bem conhecida por suas cenas de amor apaixonado, como o famoso balcão de Julieta, e por seu final trágico, em que ambos os protagonistas morrem. A peça também apresenta personagens memoráveis, como o frei Lourenço, a ama de Julieta e o primo de Romeu, Mercúcio.

Ao longo dos anos, a peça “Romeu e Julieta” tem sido adaptada para inúmeras peças, filmes, óperas, balés e outras formas de arte. A história continua a cativar o público até hoje, e a peça é considerada uma das maiores realizações de Shakespeare e um dos maiores exemplos de literatura dramática em língua inglesa.

Hamlet

“Hamlet” é uma das peças mais famosas de William Shakespeare, escrita por volta de 1600. A história se passa na Dinamarca e segue o príncipe Hamlet, que busca vingar a morte de seu pai, o rei Hamlet, que foi assassinado pelo próprio irmão, Cláudio, que se casou com a rainha Gertrudes, mãe de Hamlet.

A peça é uma tragédia e é caracterizada por seus personagens complexos, enredo dramático e linguagem poética. Shakespeare retrata a vida e a morte como elementos fundamentais da condição humana e faz uma reflexão sobre temas como justiça, vingança, traição, amor, loucura e morte.

“Hamlet” apresenta alguns dos personagens mais memoráveis de Shakespeare, como o príncipe Hamlet, o fantasma do rei Hamlet, o vilão Cláudio, a rainha Gertrudes, Ofélia e Polônio. A peça é famosa por seus solilóquios, como “Ser ou não ser, eis a questão”, onde Hamlet reflete sobre a morte e a vingança.

Ao longo dos anos, “Hamlet” tem sido adaptado para inúmeras peças, filmes, óperas, balés e outras formas de arte. A peça continua a ser estudada e encenada em todo o mundo, e é considerada uma das maiores realizações de Shakespeare e um dos maiores exemplos de literatura dramática em língua inglesa.

Macbeth

A peça de William Shakespeare que é conhecida como a “peça escocesa” é “Macbeth”. É uma tragédia que conta a história de Macbeth, um general do exército escocês que recebe uma profecia de três bruxas que diz que ele se tornará rei. 

“Macbeth” é uma das peças mais famosas de William Shakespeare, escrita por volta de 1606. A história se passa na Escócia e segue Macbeth, um nobre e bravo guerreiro que, tentado pela ambição e pelo destino profetizado pelas bruxas, decide assassinar o rei Duncan e tomar o trono para si.

A peça é uma tragédia e é caracterizada por seus personagens complexos, enredo dramático e linguagem poética. Shakespeare explora temas como ambição, poder, culpa e punição, e retrata a escalada de Macbeth ao poder e sua queda em desgraça.

“Macbeth” apresenta personagens memoráveis, como Lady Macbeth – esposa de Macbeth, que o incentiva a cometer o assassinato do rei – e as três bruxas, que profetizam o futuro de Macbeth. A peça é conhecida por sua linguagem poética, como o famoso monólogo de Macbeth sobre a futilidade da vida: “A vida é uma história contada por um idiota, cheia de som e fúria, que nada significa”.

Ao longo dos anos, “Macbeth” tem sido adaptado para inúmeras peças, filmes, óperas, balés e outras formas de arte. A peça continua a ser estudada e encenada em todo o mundo, e é considerada uma das maiores realizações de Shakespeare e um dos maiores exemplos de literatura dramática em língua inglesa.

Últimos anos e morte 

Os últimos anos da vida de William Shakespeare são relativamente pouco conhecidos. Sabe-se que ele retornou a Stratford-upon-Avon – onde passou a maior parte de sua vida – por volta de 1613. Lá, ele continuou a investir em negócios imobiliários, adquirindo várias propriedades.

Shakespeare também se envolveu com a vida social de sua cidade natal, tornando-se um membro proeminente da comunidade local. 

Em 1616, Shakespeare fez seu testamento, no qual deixou a maior parte de sua propriedade para sua filha mais velha, Susanna, e sua esposa Anne. Ele morreu em 23 de abril de 1616, aos 52 anos de idade. A causa de sua morte não é conhecida com certeza, mas algumas teorias sugerem que ele pode ter morrido de uma febre ou de complicações após uma bebedeira.

Após sua morte, Shakespeare foi enterrado na igreja da Santíssima Trindade, em Stratford-upon-Avon. Sua obra, no entanto, viveu muito além de sua morte e se tornou um dos maiores legados da literatura mundial. Suas peças continuam a ser estudadas, encenadas e adaptadas em todo o mundo, e Shakespeare é considerado um dos maiores escritores da língua inglesa e um dos mais influentes da história da literatura ocidental.

Livros de William Shakespeare

William Shakespeare foi um dos mais importantes escritores da língua inglesa e é conhecido por suas peças teatrais. Algumas de suas obras mais famosas incluem:

  • “Romeu e Julieta”
  • “Hamlet”
  • “Macbeth”
  • “Otelo”
  • “Rei Lear”
  • “A Tempestade”
  • “Muito Barulho por Nada”
  • “Sonhos de uma Noite de Verão”
  • “Antônio e Cleópatra”
  • “Júlio César”

Poemas de William Shakespeare

William Shakespeare é conhecido não apenas por suas peças de teatro, mas também por seus poemas. Aqui estão alguns de seus poemas famosos:

  • Soneto 18 – “Devo comparar-te a um dia de verão?”
  • Soneto 29 – “Quando, em desgraça, comigo mesmo ando”
  • Soneto 116 – “Que não seja impedimento o casamento do verdadeiro amor”
  • Soneto 130 – “Meus olhos não são os mais brilhantes”
  • Soneto 73 – “Esse tempo do ano em que os dias dourados se vão”
  • Soneto 27 – “Vi duas vezes o doce sorriso da aurora”
  • Soneto 116 – “Deixa-me não ao casamento dos verdadeiros e os amantes da vontade”
  • Soneto 64 – “Quando lições perdidas eu começar a tomar”

Esses são apenas alguns exemplos dos muitos poemas famosos de Shakespeare. Ele escreveu 154 sonetos, além de vários outros poemas e obras de teatro.

Frases famosas de William Shakespeare

William Shakespeare é conhecido por ter criado algumas das frases mais icônicas da língua inglesa. Aqui estão algumas das frases famosas que ele escreveu:

  • “O amor não vê com os olhos, mas com a mente.” – de “Sonhos de uma Noite de Verão”
  • “O inferno está vazio e todos os demônios estão aqui.” – de “A Tempestade”
  • “Nós somos feitos da mesma matéria dos sonhos.” – de “A Tempestade”
  • “Há mais coisas entre o céu e a terra do que sonha nossa vã filosofia.” – de “Hamlet”
  • “Partir é morrer um pouco.” – de “Júlio César”
  • “Tudo está bem quando acaba bem.” – de “Tudo Está Bem Quando Acaba Bem”
  • “O que mais importa na vida é a graça e a honestidade.” – de “Muito Barulho por Nada”
  • “O mundo inteiro é um palco, e todos os homens e mulheres são apenas atores.” – de “Como Gostais”

Frases de amor de William Shakespeare

William Shakespeare é conhecido por suas belas frases de amor. Aqui estão algumas delas:

  • “Ser ou não ser, eis a questão. Mas, ser apaixonado, é uma dádiva divina.” (Hamlet)
  • “O amor é uma loucura sensata.” (Romeu e Julieta)
  • “O amor não vê com os olhos, mas com a mente.” (O Mercador de Veneza)
  • “Amar é um desejo que nasce em nós, é uma doença que temos que curar.” (Trabalhos de Amor Perdidos)
  • “Se a música é a comida do amor, toque.” (Noite de Reis)
  • “Amor verdadeiro não é aquele que se perdoa tudo, mas aquele que tudo suporta em nome do amor.” (Trovão e Relâmpago)
  • “Ama-me ou odeia-me, ambos estão em meu favor. Se me amares, serei sempre em teu coração. Se me odeias, estarei sempre em tua mente.” (Otelo)
  • “Nenhum legado é tão rico quanto honestidade.” (Otelo)

Frases de reflexão de William Shakespeare

As obras de William Shakespeare são repletas de frases e diálogos profundos que inspiram reflexão. Aqui estão algumas das frases de Shakespeare que são particularmente conhecidas por sua mensagem reflexiva:

  • “Ser ou não ser, eis a questão” – Hamlet
  • “O inferno está vazio e todos os demônios estão aqui” – A Tempestade
  • “A culpa, querida Brutus, não está nas estrelas, mas em nós mesmos” – Júlio César
  • “Aquele que rouba meu dinheiro, rouba o lixo que não lhe pertence; mas aquele que rouba minha paz de espírito, rouba tudo o que me faz valer a pena” – Otelo
  • “O amor não vê com os olhos, mas com a mente, e por isso é alado, e pintado sobre as asas do tempo” – Sonho de uma Noite de Verão
  • “Toda a nossa vida é uma peça de teatro” – Como Gostais
  • “Se a música é a comida do amor, toque” – Noite de Reis
  • “As coisas doces são fáceis de comprar, mas as boas só podem ser adquiridas com dificuldade” – Ação de Graças de Timão de Atenas
  • “O mundo inteiro é um palco, e todos os homens e mulheres são apenas atores” – Como Gostais
  • “Não são os anos da sua vida que contam, é a vida nos seus anos” – Júlio César.

Curiosidades sobre William Shakespeare

Há muitas curiosidades interessantes sobre William Shakespeare. Aqui estão algumas delas:

  • Shakespeare nasceu em Stratford-upon-Avon, na Inglaterra, em 26 de abril de 1564, e morreu em 23 de abril de 1616.
  • Ele se casou com Anne Hathaway em 1582, quando ela tinha 26 anos e ele tinha 18. Eles tiveram três filhos.
  • Shakespeare é conhecido por ter escrito 38 peças de teatro, que incluem tragédias, comédias, romances e histórias. Algumas de suas obras mais famosas incluem “Romeu e Julieta”, “Hamlet”, “Macbeth” e “Otelo”.
  • Embora muitos fatos sobre a vida de Shakespeare sejam desconhecidos, acredita-se que ele tenha frequentado a escola em Stratford-upon-Avon e que tenha se mudado para Londres para buscar uma carreira como ator e escritor.
  • Shakespeare é creditado por ter inventado muitas palavras e frases em inglês que ainda são usadas hoje. Algumas dessas palavras incluem “amoroso”, “acadêmico” e “ausente”.
  • Durante sua vida, Shakespeare se apresentou na corte da rainha Elizabeth I, e suas peças foram populares tanto entre o público em geral quanto entre a nobreza.


O Portal Mais Completo para Alunos e Professores!

ASSINE O EDUCABRAS

Posts Relacionados

Os comentários não representam a opinião do EducaBras.

tutorial mahjong ways
keindahan mahjong ways
memakai demo mahjong ways
parlay piala dunia
peluang terbatas mahjong wins
pg mahjong ways
revisi taktik mahjong
rtp mahjong ways
rtp mahjong wins
teknologi dinamin rtp live
tuntunan mahjong ways
scatter hitam mahjong
jackpot sweet bonanza
madame destiny megaways
rtp slot terakurat
rtp slot pragmatic
slot deposit dana
tombol mahjong wins
modus rujak bonanza bocoran aktual rtp slot bocoran perdana slot olympus ekspektasi slot mahjong rtp live pragmatic slot candy bonanza