Clima - fatores e elementos climáticos

Clima - fatores e elementos climáticos

Temperatura

Qual a principal diferença entre o tempo e o clima? O tempo é momentâneo, ou seja, pode mudar de um momento e de um dia para outro. O tempo reflete, portanto, as condições atmosféricas do momento.

O clima, ao contrário, é dinâmico e, ao mesmo tempo, duradouro. É definido pela sucessão habitual dos tipos de tempo, durante um longo período.

Tempo é o estado da atmosfera em um determinado dia e em um determinado local.

A forma ou maneira de o tempo se alterar ou se modificar e de se repetir de um ano para outro é o que denominamos clima.

O clima é a sucessão habitual dos tipos de tempo. Concluindo, o clima pode ser considerado como um resumo da história do tempo meteorológico. Enquanto o tempo é uma ocorrência real, o clima representa uma generalização dos registros do tempo no decorrer de um longo período.

O clima influi de forma decisiva na distribuição de plantas e animais sobre a superfície terrestre, tanto propiciando o desenvolvimento de florestas, campos e desertos quanto atuando, por meio dos agentes de erosão, nas variadas formas do relevo terrestre, ou ainda, condicionando a presença e o volume dos rios e lagos. O clima também determina os tipos de habitação, as atividades agrárias, os regimes alimentares, etc.

Esses argumentos ressaltam a importância do clima no estudo da Geografia e a necessidade de seu conhecimento para que se possa observar e interpretar qualquer paisagem geográfica.

Elementos do clima

Os elementos do clima são aqueles cuja ação habitual constitui o próprio clima, ou seja, são os que determinam o clima.

Esses elementos são: temperatura, pressão atmosférica, ventos, umidade atmosférica, precipitações. É da combinação que ocorre entre esses elementos que podemos verificar a mudança do tempo e determinar o clima.

A temperatura atmosférica é um dos elementos climáticos mais importantes. É definida como o estudo térmico do ar atmosférico, ou seja, a quantidade de frio ou de calor da atmosfera. Esse calor provém indiretamente do sol, através dos raios refletidos e irradiados pela superfície terrestre.

Assim como o ar atmosférico possui a propriedade do calor, possui também a da força que exerce sobre a superfície terrestre e tudo quanto nela se encontra, em todos os sentidos e por todos os lados. A pressão atmosférica que uma pessoa de estatura e pesos normais suporta é de cerca de 13.600 Kg.

Podemos conceituar vento como o ar em movimento. Os ventos possuem grande importância na determinação do clima, pois atuam na distribuição do calor e da umidade para regiões diversas. Os ventos sempre sopram de uma região mais fria (de alta pressão) para uma região mais quente (de baixa pressão).

A umidade atmosférica pode ser definida como a presença do vapor de água na atmosfera. Esse vapor se origina da evaporação da água das superfícies liquidas, como oceanos, mares, rios e lagos, e da transpiração que se processa no solo e nos vegetais pela ação do sol e dos ventos.

As precipitações atmosféricas correspondem às diferentes maneiras pelas quais o vapor de água, após sofrer um resfriamento e, como consequência, um aumento no tamanho e no peso das gotas de água que o formam, chega até a superfície terrestre. As principais formas de precipitação atmosférica são: a chuva, a neve e o granizo, sendo a chuva a mais comum e a que mais benefícios traz ao homem e aos demais seres vivos.

Sumário

- Elementos do Clima
- Fatores do Clima
- Tipos de Clima
- Climogramas
- Zonas térmicas da Terra
Assine login Questões a responder image Questões dissertativas image Questões para o Enem image