Atrito Estático - Atrito Cinético

Força de Atrito - Atrito Estático - Atrito Cinético

Quando não há deslizamento entre as superfícies, a força de atrito chama-se estática.

Quando existe deslizamento entre as superfícies a força de atrito chama-se cinética (ou dinâmica).

É importante também ressaltar que nem sempre a força de atrito é oposta ao movimento.

Atrito Estático

A força de atrito que impede um corpo de se movimentar, em relação ao plano de apoio é chamada força de atrito estática ( ).

Como a intensidade da força de atrito depende da intensidade da força  aplicada no bloco (vide figura acima), o seu valor não é fixo, podendo variar de zero  a um valor máximo. Porém, a experiência mostra que a força de atrito não aumenta indefinidamente, isto é, se o indivíduo aplicar uma força suficientemente intensa, conseguirá tirar o bloco do repouso. Portanto, existe um valor máximo para a força de atrito, chamada de força máxima de atrito ().

A força máxima de atrito é dada por:

= . Fn

onde Fn é a intensidade da força normal e   é  um coeficiente chamado coeficiente de atrito estático o qual depende dos materiais em contato (e do estado de polimento).

Exemplo 1

Um bloco de massa m = 2,0 kg está inicialmente em repouso sobre uma superfície horizontal S. A partir de certo instante aplicamos ao corpo uma força horizontal de intensidade F = 16 N. Sabe-se que g = 10 m/s2 e que o coeficiente de atrito cinético entre bloco e a superfície é c = 0,30.

Calcule:

A intensidade da força de atrito que atua sobre o bloco

Resolução

Na figura abaixo marcamos todas as forças que atuam sobre o bloco: a força , a força de atrito , o peso e a força normal .

P = mg = (2,0 kg) (10 m/s2) = 20 N

Neste caso a força normal tem a mesma intensidade que o peso;

FN = P = 20 N

A intensidade da força de atrito é dada por:

FA = c.FN = (0,30) (20) = 6,0 N

FA = 6,0 N

  • Aulas relacionadas