MEDICINA VETERINÁRIA

MEDICINA VETERINÁRIA

O que faz:

O médico veterinário cuida da saúde dos animais. A Medicina Veterinária é a ciência médica dedicada a prevenir, controlar e tratar doenças que acometem os animais. O médico veterinário dá assistência clínica e cirúrgica tanto a animais domésticos como silvestres. Ele atua também na produção agropecuária – cuidando da saúde, alimentação e reprodução de rebanhos –, no desenvolvimento de produtos agroalimentares e na valorização de produtos agropecuários industrializados.
Outra função do médico veterinário é a de inspecionar a produção de alimentos de origem animal, desde o abate até os processos de manufatura e estocagem. Ele verifica o cumprimento das normas de higiene nas indústrias para evitar que doenças sejam transmitidas a seres humanos. Na indústria alimentícia, o médico veterinário controla as tecnologias de produção.

Carreira:

Para exercer a profissão, o médico veterinário precisa concluir uma graduação em Medicina Veterinária reconhecida pelo MEC e obter o registro no Conselho Regional de Medicina Veterinária do estado onde trabalha.
As áreas de atuação do médico veterinário são variadas. É uma profissão promissora, pois oferece diferentes possibilidades de exercício de atividade. O médico veterinário pode atuar como profissional liberal ou trabalhar em empresas públicas ou privadas. O profissional dessa área pode também desenvolver pesquisas, promover programas de prevenção de doenças comuns aos animais e ao home, trabalhar na vigilância sanitária e garantir a qualidade dos alimentos. O médico veterinário pode também desenvolver atividades de preservação ambiental e de pesquisa, nas áreas de saúde e produção animal.
O crescimento do mercado de animais de estimação abre possibilidades profissionais. Aumentaram tanto as clínicas como as lojas especializadas em produtos para animais de estimação. Na indústria de produtos de origem animal, há falta de profissionais para adequar as condições de produção às normas de exportação. Há também oportunidades profissionais na indústria de medicamentos e de produtos veterinários.
De acordo com o site de empregos Catho, a média salarial nacional de médicos veterinários é R$2.781,39. No setor público, os salários para cargos que exigem a formação de medicina veterinária variam muito – dependem da função da atividade exercida e do local de atuação.

Campo de trabalho:

O médico veterinário pode optar pelas seguintes especializações:

- Medicina Veterinária Clínica: O médico veterinário trabalha em clínicas para animais de estimação. Ele atende clientes e faz pequenas cirurgias, quando necessário.

- Veterinária Industrial: O médico veterinário acompanha a fabricação de produtos de origem animal e de produtos para animais.

- Medicina Veterinária Ambiental: O médico veterinário estuda animais silvestres. Ele pode também atuar para reabilitar animais de cativeiro que voltaram ao seu meio ambiente.

- Controle e Tecnologia para população animais: O médico veterinário desenvolve técnicas para a criação e nutrição de rebanhos. Ele pode também atuar no âmbito da genética e reprodução.

Curso:

O curso de Medicina Veterinária é do tipo bacharelada e tem duração média de cinco anos. Exige estudo em tempo integral.
Nos primeiros dois anos do curso, os alunos estudam aulas como Anatomia dos Animais, Genética, Microbiologia, Parasitologia, Cirurgia Veterinária Básica, Nutrição Básica, Química, Biologia, Estatística, Tecnologia e Sociedade (CTS), entre outras. Em seguida, o aluno passa a estudar doenças e técnicas clínicas e cirúrgicas. É uma graduação, portanto, que combina disciplinas teóricas com aulas práticas. Estas são realizadas em laboratório. Algumas faculdades exigem também a apresentação de um Trabalho de Conclusão de Curso (TCC). No último ano da graduação, o aluno é obrigado a fazer estágio.

Há várias ferramentas que ajudam o aluno a organizar seus estudos e manter controle sobre as aulas já estudadas.

Mais informaçõesimage
image

Conteúdo e Ferramentas: 

Mais informaçõesimage
image

Colégios

Por ser uma única assinatura, pode ser utilizada apenas por uma pessoa de cada vez. É indicada para colégios ou cursos em que uma única pessoa elabora as provas de todas as matérias. Não representa, portanto, uma opção adequada para um grupo de professores.

Mais informaçõesimage