FONOAUDIOLOGIA

O que faz:

A Fonoaudiologia é a ciência que estuda e se ocupa da prevenção, habilitação e reabilitação da voz, da audição, da motricidade oral, da leitura e da escrita. O fonoaudiólogo é uma profissional da área da saúde que estuda comunicação e linguagem e atua em promoção, diagnóstico, orientação e tratamento da comunicação oral e escrita, voz, audição, mastigação, deglutição e respiração.
O fonoaudiólogo pode trabalhar em parceria com outros profissionais. Ele pode trabalhar em clínicas, hospitais, escolas e emissoras de televisão (auxiliando atores e apresentadores). O fonoaudiólogo pode escolher atuar em algumas áreas distintas, tais como:
1. Audiologia - trata de problemas relacionados à audição e ao equilíbrio.
2. Linguagem – trata de problemas na escrita e na fala.
3. Motricidade oral – trata de problemas relacionados com a deglutição, mastigação, sucção, respiração e fala.
4. Voz – trata de problemas relacionados com a voz, como a rouquidão. Em geral, trabalha com profissionais que utilizam a voz como principal ferramenta de trabalho: apresentadores de televisão, professores, cantores, etc.

Carreira:

A profissão de fonoaudiologia é regulamentada no Brasil. Para exercê-la, o profissional precisa ter diploma superior em uma instituição de ensino credenciada pelo MEC e registro no Conselho Regional de Fonoaudiologia (Crefono).
O mercado para fonoaudiólogos está em expansão. No Brasil, há pouco mais de 36 mil desses profissionais (nos Estados Unidos há 250 mil). Há vários fatores que impulsionam o mercado para fonoaudiólogos: o avanço das políticas públicas de saúde, a lei federal que obriga os convênios médicos a cobrir no mínimo 12 sessões de fonoaudiologia por ano e a incorporação de profissionais da fonoaudiologia em estabelecimentos públicos e privados de saúde e educação. Fonoaudiólogos são contratados para preparar a voz de profissionais: atores, cantores e apresentadores de televisão.
Os fonoaudiólogos não contam com um salário mínimo profissional único para todo o Brasil. O salário varia de acordo com a região brasileira, a especialização, a experiência do profissional, o setor em que ele trabalha (público ou privado) e o regime de trabalho (consultor, empregado, clínica própria).
De acordo com o site de empregos Catho, a remuneração para o cargo de fonoaudiólogo varia de R$ 1.422,92 a R$ 3.300,00. A média salarial nacional é de R$ 2.190,88.

Campo de trabalho:

Audiologia - Realiza testes que visam a diagnosticar distúrbios de audição em recém-nascidos, crianças e adultos. O fonoaudiólogo pode indicar e adaptar aparelhos para a surdez, mas deve sempre seguir a orientação do otorrinolaringologista. O profissional também atua na elaboração de programas preventivos de redução de barulho nas fábricas.

Fonoaudiologia Clínica - Pesquisa, diagnostica e previne distúrbios de comunicação oral e escrita. O profissional atua no atendimento a pacientes com problemas de gagueira, voz, alterações de fala ou que apresentam dificuldades no aprendizado da linguagem.

Fonoaudiologia Educacional - Estudo do desenvolvimento da linguagem oral e escrita das crianças. O profissional implanta programas de prevenção de distúrbios da fala. Também orienta professores sobre métodos de ensino a deficientes e uso da voz em sala de aula.

Fonoaudiologia Estética - Treinamento da expressão vocal de figuras públicas: atores, locutores, apresentadores de televisão e políticos.

Curso:A duração média do curso é de quatro anos e é oferecido na habilitação em bacharelado. O aluno estuda Anatomia, Fisiologia, Genética e Patologias, Psicologia, Pedagogia e Ética. Boa parte da formação é voltada para área específicas, como audição, fala e linguagem oral e escrita, fonoterapia e métodos terapêuticos. Estágio é obrigatório. Ao final da graduação, o aluno deve apresentar um Trabalho de Conclusão de Curso (TCC).

Há várias ferramentas que ajudam o aluno a organizar seus estudos e manter controle sobre as aulas já estudadas.

Mais informaçõesimage
image

Conteúdo e Ferramentas: 

Mais informaçõesimage
image

Colégios

Por ser uma única assinatura, pode ser utilizada apenas por uma pessoa de cada vez. É indicada para colégios ou cursos em que uma única pessoa elabora as provas de todas as matérias. Não representa, portanto, uma opção adequada para um grupo de professores.

Mais informaçõesimage