ECOLOGIA

O que faz:

O curso de Ecologia estuda as relações existentes entre os organismos vivos e o ambiente, para preservar os recursos naturais, pois a qualidade do meio ambiente determina o número de seres vivos que podem viver em um determinado habitat. O objetivo da Ecologia é o equilíbrio entre as diversas formas de vida no planeta. Para desenvolver o seu trabalho, o ecólogo precisa ter conhecimento de diversas áreas: Zoologia, Botânica, Paleontologia, Geologia Histórica, Geografia, Meteorologia e Demografia.
O bacharel em Ecologia investiga a estrutura e o funcionamento de ecossistemas. Ele estuda o impacto das atividades de seres humanos sobre o ambiente: ele analisa as consequências provocadas pela poluição, pelo desmatamento e por obras em geral. Ele estuda também os efeitos dos produtos químicos, como fertilizantes e defensivos agrícolas sobre a flora, a fauna e a saúde do ser humano. O ecólogo também procura soluções para proteger os recursos naturais e evitar ou minimizar desequilíbrios.
O professional formado em Ecologia pode trabalhar em um laboratório, onde estuda o efeito de produtos químicos sobre a saúde humana e a fauna e flora. Os profissionais dessa área que trabalham no setor público avaliam possíveis impactos causados pela instalação de indústrias e por obras de engenharia civil. Ele ajuda a planejar o crescimento de núcleos urbanos, preservando os recursos naturais da região.
Profissionais formados em Ecologia são também contratados pelo setor privado, para avaliar o impacto que atividades produtividades podem ter sobre o ambiente. Os que trabalham em zoológicos, parques ecológicos e áreas de preservação ambiental dão apoio logístico para a manutenção das espécies animais e vegetais.

Carreira:

O ecólogo atua em programas ambientais que visam ao desenvolvimento sustentável, em institutos de pesquisas, órgãos públicos, empresas de produtos agrícolas, pesca e veterinárias e em museus, parques, jardins botânicos, reservaras florestas, fundações, etc.
Há boas perspectivas de carreira para o ecólogo graças a uma legislação rigoroso e à preocupação com a sustentabilidade na exploração de recursos naturais. O bacharel formado em Ecologia pode atuar em instituições na esfera pública e privada. Muitos ecólogos trabalham na consultoria de projetos de licenciamento ambiental e na elaboração de relatórios de impacto ambiental. No setor público, órgãos como Ibama, Agência Nacional de Águas (ANA), ICMBio, Instituto Florestal, Ministério do Meio Ambiente e Departamento Nacional de Produção Mineral oferecem oportunidades de emprego o bacharel.
Por não ser uma profissão regulamentada, não há um piso salarial para os ecólogos. Segundo a Associação Brasileira de Ecólogos (ABE), os ecólogos que atuam no mercado ganham, em média, R$ 2,5 mil.

Campo de trabalho:

Avaliação de riscos e impactos ambientais: Estudar os efeitos da ocupação de uma região pelo homem. Acompanhar o planejamento e a instalação de grandes empreendimentos para a obtenção de licenciamento ambiental.

Consultoria Ambiental: Presta serviços a órgãos públicos e privados em questões ligadas à ecologia. É responsável pela elaboração de planos que orientam o crescimento de cidades. Trabalha em parques florestais, estações ecológicas e zoológicos.

Diagnóstico dos meios físico, biológico, antrópico e suas inter-relações: Faz o levantamento global da situação ambiental em áreas determinadas. Estuda o solo, os ventos, o clima, os recursos hídricos, a flora, a fauna e as atividades do homem em uma região, antes da instalação de indústrias ou de empreendimentos de mineração. Desenvolve projetos que visam a recuperar áreas devastadas.

Ensino e Pesquisa: Dar palestras em escolas e outras instituições. Desenvolver pesquisas sobre assuntos ambientais.

Recuperação e manejo de ecossistemas: Implantar e fiscalizar projetos de restauração de ambientes. Estabelecer regras de ocupação de regiões naturais. Pesquisa as melhores formas de utilização econômica de uma região.

Turismo ecológico: Pesquisar locais, elaborar roteiros e orientar guias de turismo sobre educação ambiental.

Curso:

O curso tem duração de quatro anos. Está voltado para o diagnóstico dos impactos ambientais gerados pelas atividades humanas, indicando soluções para os problemas. Ao mesmo tempo, desenvolve estratégias para inibir ou minimizar ações que sejam nocivas ao meio ambiente.
O objetivo do curso é formar profissionais com habilidades e competências para agir no campo ambiental – na área de pesquisa, de manejo de ecossistemas, de processos de licenciamento ambiental e de desenvolvimento de práticas ambientais.
Os alunos estudam Biologia, Química, Geologia e Matemática e estudos mais específicos sobre ecologia (poluição, impactos ambientais, legislação ecológica, etc.). O currículo inclui trabalhos práticos no campo: os alunos aprendem a coletar dados sobre a natureza e utilizar instrumentos que avaliam a poluição do solo e das águas. Os alunos também aprendem a fazer análises químicas e biológicas. Os alunos estudam muito Cálculo e Estatística, que são ferramentas necessárias para entender os processos ecológicos e avaliar os efeitos da ocupação humana no ambiente.

Há várias ferramentas que ajudam o aluno a organizar seus estudos e manter controle sobre as aulas já estudadas.

Mais informaçõesimage
image

Conteúdo e Ferramentas: 

Mais informaçõesimage
image

Colégios

Por ser uma única assinatura, pode ser utilizada apenas por uma pessoa de cada vez. É indicada para colégios ou cursos em que uma única pessoa elabora as provas de todas as matérias. Não representa, portanto, uma opção adequada para um grupo de professores.

Mais informaçõesimage