CIÊNCIAS BIOMÉDICAS

CIÊNCIAS BIOMÉDICAS

O que faz:

A Biomedicina (Ciências Biomédicas) é a área das Ciências Biológicas voltada para a pesquisa e o diagnóstico de doenças humanas. Identifica suas causas, classifica e estuda os microrganismos que as causam e apoia o desenvolvimento de tratamentos – medicamentos e vacinas – para curá-las. Para diagnosticar doenças, o biomédico faz exames e interpreta os resultados de análises clínicas. Para verificar contaminações em alimentos, o biomédico faz análises gramatológicas.
O biomédico trabalha em hospitais, laboratórios e órgãos públicos de saúde. Ele pode atuar também em parceria com médicos, biólogos, bioquímicos e farmacêuticos.

Carreira:

A Biomedicina é uma carreira com mercado de trabalho diversificado. Há mais de 30 áreas de atuação autorizadas (veja abaixo) e está em constante ampliação. A maioria dos profissionais trabalha em laboratórios de análises clínicas e diagnóstico por imagem – nas áreas de raio-x, ultrassonografia, tomografia e ressonância magnética – em hospitais ou clínicas. Biomédicos trabalham em bancos de sangue, onde realizam todas as tarefas com exceção da transfusão. Trabalham em indústrias, com soros, vacinas e reagentes.
Alguns biomédicos seguem carreira acadêmica. O bacharel pode atuar em indústrias de biotecnologia e órgãos públicos de saúde. O trabalho do biomédico, tanto no setor público como no privado, contribui para a manutenção da saúde e bem-estar das pessoas.
De acordo com a pesquisa salarial do site de empregos Catho, um biomédico ganha entre R$ 1.500,00 e R$ 2.650,00 e a média salarial nacional é de R$ 1.957,58. Um analista de farmacovigilância tem média salarial de R$ 3.201,55, um supervisor de laboratório ganha em média R$ 3.085,93 e um estagiário em ciências biomédicas tem média salarial nacional de R$ 623,64.
A profissão de biomédico foi regulamentada pela Lei 6.684, de 03/9/79 e Decreto no 88.439, de 28/6/83. De acordo com a regulamentação, só podem exercer a profissão biomédicos formados em cursos superiores de Biomedicina ou Ciências Biológicas – Modalidade Médica reconhecidos pelo MEC e com registro junto ao Conselho Regional de Biomedicina no estado onde trabalham.
Para exercer suas atividades em qualquer uma das habilitações da biomedicina, o biomédico precisa obter o reconhecimento de habilitação na área em que atua. Isso pode ser feito por meio de estágio, habilitação durante a graduação, pós-graduação, concursos e provas. É possível se especializar em mais de uma habilitação, desde que o profissional cumpra os requisitos do Conselho Federal de Biomedicina (CFBM).

Campo de trabalho:

Análise ambiental – Fazer análises físico-química e microbiológicas para o saneamento do meio ambiente.

Análises Bromatológicas – Estudar as propriedades dos alimentos para garantir que não houve adulteração.

Análises Clínicas – Realizar exames clínicos, assinando os respectivos laudos, para identificar agentes causadores de doenças.

Anatomia – Estudar a forma e a estrutura dos organismos.

Biofísica – Investigar os processos fisiológicos dos seres vivos utilizando conceitos da Física.

Biologia Molecular – Pesquisar a estrutura e o funcionamento das moléculas de DNA e RNA, das proteínas e dos genes responsáveis pela transmissão dos caracteres hereditários. Atuar nos processos de fertilização – reprodução animal e humana.

Bioquímica – Analisar o metabolismo dos animais e vegetais.

Biotecnologia – Manipular substâncias e microrganismos para a industrialização e alimentos ou para a fabricação de medicamentos e cosméticos.

Citologia – Estudar a estrutura, a composição e a função das células.

Diagnóstico por Imagem - Realizar exames que possibilitem o diagnóstico por imagens (exemplo: ressonância magnética).

Docência e Pesquisa - Orientar projetos de pesquisa. Ministrar aulas.

Embriologia – Estudar a formação dos tecidos e órgãos humanos.

Farmacologia – Estudar as propriedades, os efeitos e os usos terapêuticos dos fármacos.

Genética – Pesquisar as leis e os processos de transmissão de caracteres hereditários e o papel exercido pelos genes na definição das características de um ser.

Histologia – Examinar tecidos e órgãos de animais e plantas.

Imunologia – Investir o sistema de defesa do organismo para a produção de medicamentos e vacinas.

Microbiologia – Estudar microrganismos.

Parasitologia – Analisar os organismos animais e vegetais que sobrevivem à custa de outros.

Psicobiologia – Estudar as relações entre o sistema nervoso e o comportamento humano.

Sanitarista – Atuar em órgãos de vigilância sanitária.

Toxicologista – Analisar efeitos adversos de substâncias que possam ser tóxicas.

Curso:

O curso tem duração média de quatro anos. Os alunos estudam Fisiologia, Bioquímica, Informática, Administração Laboratorial, Metodologia Científica e Inglês. Praticamente metade do currículo é dedicado a práticas de laboratório. O estudante é obrigado a participar de seminários, congressos e feiras e, no último ano do curso, ele precisa escolher uma área específica para fazer estágio e escrever uma monografia.

Há várias ferramentas que ajudam o aluno a organizar seus estudos e manter controle sobre as aulas já estudadas.

Mais informaçõesimage
image

Conteúdo e Ferramentas: 

Mais informaçõesimage
image

Colégios

Por ser uma única assinatura, pode ser utilizada apenas por uma pessoa de cada vez. É indicada para colégios ou cursos em que uma única pessoa elabora as provas de todas as matérias. Não representa, portanto, uma opção adequada para um grupo de professores.

Mais informaçõesimage