Surrealismo

Neorrealismo

O Neorrealismo, também conhecido como Geração Neorrealista, representou o terceiro momento do Modernismo português. Entre sua propostas, destacam-se:

  • Reação à alienação do Presencismo;
  • Influência das literaturas norte-americana e brasileira (2o. Tempo Modernista);
  • Literatura engajada, comprometida com a crítica e a denúncia social - conscientização do leitor; visão mais completa e integrada dos homens;
  • Consciência do dinamismo da realidade;
  • Simplificação da expressão artística;
  • Principais nomes: Alves Redol, Ferreira de Castro, Fernando Namora.

Alves Redol:

  • Foi o principal militante do Neorrealismo, tendo participado ativamente de movimentos operários;
  • Cultivou o teatro, o conto e o romance, com destaque para este último gênero;
  • Análise, crítica e denúncia das condições de vida das classes menos favorecidas;
  • Obra engajada, comprometida com a necessidade de transformações sociais;
  • Linguagem de influências expressionistas - riqueza de imagens que aproximam o leitor dos problemas sociais;
  • Principais obras:
    • contos: Nasci com passaporte de turista; Espólio; Histórias afluentes.
    • romances: Gaibéus; Marés; Horizonte cerrado; Uma fenda na muralha; O muro branco, com destaque para Gaibéus.

Ferreira de Castro:

  • Esteve no Brasil, na selva amazônica, trabalhando em um seringal, em 1910 - A selva;
  • Obra de cunho social, engajada, em linguagem simples e acessível, natural, espontânea;
  • Principais obras: A selva; Criminoso por ambição; Os emigrantes; A missão, com destaque para A selva, sua obra-prima.

Fernando Namora:

  • obra: caráter de crônica social e de costumes;
  • crítica e denúncia das injustiças sociais;
  • análise psico-social e preocupação existencialista;
  • principais obras:
    • contos: Retalhos da vida de um médico; Cidade solitária.
    • romance: A noite e a madrugada; O trigo e o joio; O homem disfarçado.

O Surrealismo

O Surrealismo português teveorigem no movimento surrealista de André Breton, de 1924, e apresentou os seguintes traços:

  • concepção de literatura baseada nos conteúdos oníricos e do inconsciente;
  • “Escrita automática” -automatismo verbal e escrito;
  • Ilogismo, livre associação de ideias e de palavras;
  • Modificação das estruturas da realidade.
  • Grupo Surrealista de Lisboa: Antônio Pedro, José Augusto França, Alexandre O´Neill, Mário Cesariny de Vasconcelos.

Tendências contemporâneas

Entende-se por literatura de tendências contemporâneas a que se desenvolveu em Portugal a partir de 1974, quando a Revolução dos Cravos pôs fim ao regime salazarista.

Este tem sido um período de efervescência cultural na literatura, com destaque para a prosa de ficção, em que despontam nomes como José Saramago — Prêmio Nobel de Literatura em 1998 —, Agustina Bessa-Luís, Lobo Antunes, Lídia Jorge, Mário de Carvalho; José Cardoso Pires, Vergílio Ferreira, Antônio Ramos Rosa, Urbano Tavares Rodrigues etc. Entre eles, mereçam menção especial José Saramago e Agustina Bessa-Luís.

Sumário

- Neorrealismo
i. Alves Redol
ii. Ferreira de Castro
iii. Fernando Namora
- O Surrealismo
i. Tendências contemporâneas
- José Saramago
- Agustina Bessa-Luís
Assine login Questões de Revisão image Questões dissertativas image