O Ensino de Atualidades

Publicado em 20 de julho de 2016

atualidades-grande

É extremamente importante que os alunos estejam a par dos eventos da atualidade. O Vestibular e o Enem frequentemente testam conhecimentos sobre essa área. É comum que o tema de redação dessas provas seja um assunto atual. Se o aluno não souber do que se trata, terá muita dificuldade em elaborar uma boa redação, independentemente de sua habilidade como escritor.

O professor que ensina essa matéria precisa transmitir aos alunos que há muita subjetividade na imprensa, nos blogs e nas mídias sociais. Não se trata apenas de jornalistas ou escritores expressarem suas opiniões, e sim, da forma pela qual apresentam os fatos. A maneira de uma notícia ser apresentada pode influenciar muito a opinião pública.

Por exemplo, imaginemos que o título de notícia de um jornal seja: “Força aérea dos Estados Unidos bombardeia um hospital e mata 100 pessoas”. Seria possível acreditar que uma grande atrocidade havia sido cometida. Suponhamos, porém, que chegasse a nosso conhecimento, por meio de outro jornal, a informação de que o hospital bombardeado estava inoperante há anos e que os 100 mortos eram terroristas que planejavam assassinar milhares de pessoas. Consideremos o seguinte: o título da notícia não foi uma inverdade, mas apresentou um fato de forma distorcida. Esse tipo de subjetividade é muito comum na mídia de todos os países. Não se pode, portanto, acreditar em tudo o que se lê.

Uma pessoa esclarecida deve saber que mesmo os jornais mais respeitados podem cometer erros. Além disso, cabe-nos lembrar de que os jornalistas são seres humanos, e não computadores. Portanto, a subjetividade também faz parte deles.
Tendo dito isso, aqui se encontram sugestões para professores que ensinam Atualidades:

1. Os alunos devem se habituar a ler o jornal. O professor deve ajudá-los a descobrir assuntos que os interessam. Alguns descobrirão que se interessam por Política Nacional ou Internacional, outros por assuntos econômicos e ainda outros por temas sociais. É imprescindível que os estudantes leiam o jornal, sendo  ideal que leiam aqueles cujos artigos são muito bem escritos.

O hábito de ler é adquirido. Muitos jovens afirmam que não gostam de fazê-lo. Essa afirmação é incorreta. Na realidade, não gostam de ler sobre o que não os interessam. Todos gostam de ler a respeito de assuntos que lhes despertam o interesse.
À medida que o aluno se habituar a ler o jornal, sua escrita melhorará e ele terá mais facilidade em interpretar textos. Isso é extremamente relevante para seu desenvolvimento acadêmico e profissional e pode ser a chave para que tenha um ótimo desempenho no Vestibular e no Enem.

2. É importante que o aluno reflita sobre o que lê e opine sobre os assuntos de seu interesse. Recomendamos, portanto, a seguinte atividade para a sala de aula: os alunos devem escrever uma redação sobre um assunto da Atualidade que os interessa. Cada um pode escolher o tema da redação. O professor deve permitir que tenham total liberdade para se exprimir. É possível que o ponto de vista do aluno seja diametralmente oposto ao do professor, mas isso não deve influenciar a nota do trabalho. O importante não é o ponto de vista do aluno, mas sim, sua capacidade de defendê-lo.

3. O professor deve sugerir aos alunos fontes de notícias sobre Atualidades. No Brasil, há muitas publicações excelentes. Várias delas se encontram na Internet e publicam artigos que podem ser acessados gratuitamente. Algumas publicações são liberais e outras, conservadoras. O importante não é a linha política do jornal ou revista, e sim, a qualidade e confiabilidade de seus artigos.

4. Outra sugestão de atividade para sala de aula: cada aluno deve preparar um trabalho sobre uma personalidade atual. Por exemplo, o aluno pode optar por escrever sobre uma figura de destaque na política nacional ou internacional. Pode também redigir um texto sobre uma personalidade que está mudando o mundo, como Bill Gates — o fundador da Microsoft —, que é hoje um dos maiores filantropos do mundo.

5. Esta terceira atividade com certeza será bem aceita pelos alunos: cada um deles deve imaginar que é o editor do jornal mais famoso do Brasil e que milhões de brasileiros leem o que escreve. O aluno deve redigir um editorial sobre um tema da Atualidade que seja relevante para o povo. O editorial deve ser uma dissertação: não basta o estudante apresentar fatos e dados, mas deve também exprimir seu ponto de vista e defendê-lo, a fim de influenciar a opinião pública do país.

6. Uma forma de os alunos aprenderem sobre a subjetividade na mídia é elaborar um trabalho que demonstre como a mesma notícia pode ser transmitida de forma bastante diferente dependendo do jornal ou revista que a publica. Por exemplo, um assunto muito polêmico da atualidade é o processo de impeachment movido contra a Presidente Dilma Rousseff. Há jornalistas que apoiam o processo e outros que se opõem a ele. O aluno deve pesquisar artigos que discutem o mesmo tema, mas que apresentam visões opostas. Por meio dessa pesquisa, vai se tornar claro para ele o quanto de subjetividade um artigo ou editorial pode ter.

7. Um ótimo escritor consegue defender praticamente qualquer ponto de vista, pois consegue enxergar um assunto sob prismas diferentes, até mesmo opostos.
A seguinte atividade é interessante: o estudante deve escrever um artigo ou editorial que defenda uma posição impopular. Por exemplo, se a maioria da mídia é contra a pena de morte, o aluno deve escrever um editorial que a apoie.

O professor deve permitir que o aluno escreva sobre qualquer assunto da Atualidade, tendo a liberdade de escolher entre temas como o aborto, a descriminalização das drogas, o sistema de cotas nas faculdades, etc. O professor não deve penalizar o estudante por não concordar com seu ponto de vista. Por outro lado, é fundamental que todo escritor, amador ou profissional, esteja ciente de que ser polêmico não significa ser preconceituoso ou fomentar o ódio. Há uma enorme diferença entre ser politicamente incorreto e ser uma pessoa sórdida, que desrespeita e fere outros seres humanos.

O Portal Mais Completo para Alunos e Professores!

ASSINE O EDUCABRAS

Posts Relacionados

Os comentários não representam a opinião do EducaBras.


Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/educabras/public_html/blog/wp-content/themes/educabras/functions.php on line 1116