Implantando a paz na sala de aula

Publicado em 19 de fevereiro de 2019

Relação professor-aluno em sala de aula

A relação professor-aluno é de importância fundamental para o progresso educacional de estudantes em colégios brasileiros. Alunos do Ensino Médio passam boa parte do dia na sala de aula. Cabe ao educador ensinar e incentivar esses jovens.

É fundamental que os professores entendam que pode haver vastas diferenças culturais, educacionais e socioeconômicas entre os alunos. Todo educador deve se lembrar de que seus alunos são pessoas complexas e multidimensionais, que possuem uma ampla variedade de crenças, ideologias, pontos de vista e experiências de vida.

A relação professor-aluno é fomentada à medida que o professor enxerga a sala de aula como uma comunidade culturalmente inclusiva em que todos os estudantes são bem-vindos, as diferenças culturais são aceitas e os jovens têm o direito de expressar suas opiniões e pontos de vista.

Para se relacionar bem com os alunos, o professor deve, em primeiro lugar, reconhecer que suas próprias experiências de vida moldaram suas ideologias e pontos de vista. O professor precisa estar disposto a analisar sua história pessoal e como esta afetou a maneira como enxerga o mundo. Um bom educador examina tanto sua história pessoal como sua situação atual e reflete sobre como suas experiências o influenciaram. Evidentemente, o passado do educador moldou sua visão de mundo e, consequentemente, pode também influenciar a de seus alunos.

A tolerância é, portanto, um elemento fundamental para fortalecer a relação professor-aluno.

Estas são algumas sugestões práticas para fomentar tal relação:

1. Aprenda os nomes de todos os seus alunos e os pronunciem corretamente, independentemente de quão complicados sejam.

Nosso nome é nossa identidade. O aluno se sente valorizado quando professores e educadores aprendem seu nome e o pronunciam corretamente. Por outro lado, o aluno se sente menosprezado quando um professor esquece seu nome ou o pronuncia de forma errada.

Quando um professor não se lembra do nome de certo aluno, é um sinal de que não se importa muito com ele. É importante ressaltar que zombar do nome de um aluno ou pronunciá-lo incorretamente é uma forma de desrespeito – algo que magoa a maioria das pessoas.

2. Os professores devem desenvolver um relacionamento pessoal com os alunos.

É essencial que o professor desenvolva uma relação pessoal com cada um de seus alunos. É importante que o estudante sinta que o professor o valoriza e que a relação professor-aluno não se limita à sala de aula. O professor deve se interessar pela vida pessoal do aluno. O educador deve dar aos alunos tempo em sala de aula para que possam contar breves histórias sobre sua vida. Os estudantes devem sentir que a classe é um lugar onde podem compartilhar pensamentos, sentimentos e experiências, e devem enxergar o professor como alguém em quem possam confiar.

Com raríssima exceções, todos os seres humanos desejam forjar relacionamentos significativos. Tanto crianças como adultos visam a estabelecer uma conexão com aqueles em quem confiam. Os alunos devem poder confiar em seus professores e educadores.

3. Os professores devem se reunir com seus alunos, especialmente com os que estão se comportando mal ou que não estão indo bem academicamente.

Na sala de aula, como em quase tudo na vida, é melhor prevenir que remediar. No momento em que o professor perceber que um aluno está se comportando mal ou negligenciando os estudos, deve se reunir com ele e tentar descobrir o motivo por tal comportamento. Em muitos casos, os alunos se comportam mal em sala de aula porque estão tentando chamar a atenção do professor. É possível que o aluno esteja se comportando mal porque está tendo problemas em casa. Assim que o professor perceber que há algo de errado com um de seus alunos, deve chamá-lo para uma conversa e tentar descobrir o motivo pelo mau comportamento ou pelo mau desempenho acadêmico.

4. Os professores devem manter contato com os pais dos alunos.

Os pais podem ajudar na relação professor-aluno. Portanto, é fundamental que o professor desenvolva um bom relacionamento com os pais dos alunos. Às vezes, basta um telefonema. Em outros casos, os professores precisam se reunir com os pais, especialmente com os de alunos que não estão se comportando bem no colégio ou que estão encontrando dificuldades nos estudos. Às vezes, os pais são a fonte do problema. No entanto, na maioria dos casos, podem contribuir para fortalecer a relação professor-aluno.

5. O professor precisa ser atencioso com os alunos.

Se um professor deseja ter um bom relacionamento com os alunos, ele precisa ser atencioso com todos eles. Se um professor é rigoroso ou distante, dificilmente adquirirá a confiança dos estudantes.

O professor deve permitir que os alunos o conheçam de forma mais íntima. Por exemplo, pode compartilhar com os estudantes o que gosta de fazer quando não está ensinando: os livros que lê, o tipo de filme que mais lhe interessa, o esporte que pratica, etc. Em qualquer relacionamento, os dois lados precisam se conhecer. Isso vale também para a relação professor-aluno.

O Portal Mais Completo para Alunos e Professores!

ASSINE O EDUCABRAS

Posts Relacionados

Os comentários não representam a opinião do EducaBras.


Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/educabras/public_html/blog/wp-content/themes/educabras/functions.php on line 1116