Como avaliar a redação de seus alunos

Publicado em 29 de junho de 2016

7-big
Avaliar redações de alunos não é tarefa fácil. Neste artigo, oferecemos algumas recomendações e sugestões.

Os alunos terão mais facilidade em escrever uma boa redação se o professor lhes transmitir as seguintes orientações:

Objetivo: qual o objetivo de escrever a redação? É apenas para praticar a escrita? Praticar a defesa de ideias por meio de uma dissertação?

Público-alvo: quem são os leitores? Apenas o professor ou um determinado público?

Critério de avaliação: quais os critérios de avaliação? O nível de vocabulário da redação? O respeito às regras gramaticais? Os argumentos apresentados e o quanto são bem defendidos?

O tipo de redação: deve ser uma redação dissertativa, descritiva ou narrativa?

Formato: o professor deve informar ao aluno os possíveis requisitos. Se a redação for dissertativa, é importante que ele seja avaliado pela qualidade do texto, e não por defender certo ponto de vista. O aluno não deve ser penalizado por defender opiniões que não sejam do agrado do professor.

Tamanho da redação: é muito importante que o professor especifique quantas linhas a redação deve ter e que o aluno respeite tal determinação.

Como avaliar a redação

A avaliação de uma redação não deve ser apenas uma forma de criticar o que o aluno escreveu e a forma como o fez. O professor não deve apenas destacar erros e falhas, mas também elogiar os pontos fortes do texto. Acima de tudo, a crítica precisa ser construtiva e específica. Por exemplo, se há problemas de concordância, o professor deve levar isso à atenção do aluno para que ele estude as regras de Concordância. É de grande importância identificar os pontos falhos para que o estudante possa corrigi-los.

Mais importante do que a nota dada é a avaliação feita pelo professor. Mesmo um estudante que elabora excelentes textos pode melhorar sua escrita. Não basta dar nota 9 ou 10 à redação e elogiá-la. O professor deve avaliá-la detalhadamente.

Essa avaliação deve ser justa. O professor não pode ser influenciado pelas opiniões expressas pelo aluno nem ser mais rigoroso na análise da redação dos melhores da classe. A avaliação e a nota da redação devem independer de quem a escreveu.

A nota da redação

Cabe ao professor decidir como avaliar uma redação. Recomendamos os seguintes critérios:

Tema: o aluno respeitou o tema? A redação aborda o tema de forma clara e coerente?

Conteúdo: o conteúdo é original? É interessante? As ideias são coerentes e bem desenvolvidas? As informações nela expostas são corretas? Os exemplos ou provas utilizadas na argumentação são verídicos?

Organização: a redação está bem organizada? Progride logicamente do começo ao fim? Possui introdução, corpo e conclusão? Há coesão e coerência no texto? Há lógica entre as ideias e os argumentos apresentados?

Vocabulário e Gramática: há erros gramaticais na redação? Há erros de ortografia, concordância, pontuação, etc.? O nível de vocabulário é apropriado?

Estilo: a redação é clara? Possui um estilo singular? As ideias são expressas de forma elegante e envolvente?

Se as redações estão muito aquém das expectativas do professor, este deve considerar as seguintes possiblidades:

1. Os alunos não compreenderam o tema da redação. Em algumas provas, pede-se que o aluno leia um texto e elabore uma redação sobre o assunto que nele é abordado. O professor deve considerar a possibilidade de os alunos não terem compreendido o texto que leram.
2. Os alunos compreenderam o tema exigido, mas não foram capazes de articular os pensamentos. É possível que os alunos não tenham conseguido expressar seus pensamentos de forma escrita.
3. Os alunos não têm o acervo de conhecimentos necessário para escrever sobre o tema exigido. Por exemplo, a redação pode pedir que o aluno escreva sobre um assunto relacionado à imigração para o Brasil. Se ele souber muito pouco sobre o assunto, terá grande dificuldade em elaborar uma boa redação, independentemente do quanto seu texto seja bom.

Se os estudantes não respeitaram o tema da redação ou escreveram um tipo de texto diferente do que foi exigido, é necessário que o professor diagnostique o problema. É possível que não tenham compreendido bem a diferença entre os diversos tipos de redação. Talvez não esteja clara para eles a diferença entre redações dissertativas, narrativas e descritivas. Talvez não tenham entendido muito bem o que é uma crônica. É fundamental, portanto, que lhes sejam dadas aulas de Interpretação de Textos.

Se o tema da redação exige a leitura de um texto, é imprescindível que o aluno consiga compreender o que leu. Caso contrário, talvez seja necessário que pratiquem ler textos. Saber lê-los e interpretá-los é fundamental para escrever uma boa redação.

Mas há certos casos em que um aluno escreve uma redação ruim simplesmente porque não teve a paciência de ler com cuidado o tema exigido. Antes de começar a escrever, o aluno deve ponderar um pouco sobre o tema e organizar os pensamentos.

É importante também que o professor transmita à turma a ideia de que uma ótima redação não permite erros de ortografia e gramática. O aluno não pode cometer erros de concordância e de pontuação, que são tão comuns. Muitos estudantes acreditam, erroneamente, que uma redação deve ser avaliada apenas por seu conteúdo. Esse é um conceito errôneo! Redações que apresentam erros de ortografia e gramática são penalizadas por avaliadores, tanto no Vestibular como no Enem. Escrever bem também significa escrever corretamente.

Ao avaliar uma redação, o professor não deve sobrecarregar o aluno, exigindo que seja perfeita. É aconselhável que aponte as principais falhas do texto. À medida que o aluno for melhorando a escrita, o professor poderá, então, apontar falhas secundárias que deverão ser corrigidas.

O Portal Mais Completo para Alunos e Professores!

ASSINE O EDUCABRAS

Posts Relacionados

Os comentários não representam a opinião do EducaBras.


Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/educabras/public_html/blog/wp-content/themes/educabras/functions.php on line 1116